Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 24 de fevereiro de 2019

CSA vence o CEO por 1x0 no Rei Pelé e assume a liderança do Campeonato Alagoano

FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS
O CSA é o novo líder do Campeonato Alagoano. O Azulão venceu o CEO, por 1x0, na tarde deste domingo (24), no Estádio Rei Pelé, em uma das partidas que fechou a 5ª rodada do Estadual e "tomou" a liderança do rival CRB, que foi derrotado pelo ASA em Arapiraca também pelo placar mínimo.
O resultado fez o CSA chegar aos 10 pontos - mesmos do CRB - e assumir a ponta da tabela de classificação por ter um gol a mais de saldo que o Galo: 4x3. Já o CEO, estacionou nos sete pontos e permanece na quarta colocação da tabela, dentro do grupo dos clubes que avançam para a próxima fase do campeonato.
Patrick Fabiano só teve o trabalho de tocar para o fundo das redes
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS























O gol da vitória azulina saiu aos 14 minutos da etapa final, quando brilhou a estrela do atacante Patrick Fabiano que, marcou o seu oitavo gol com a camisa maruja e garantiu o terceiro triunfo marujo no Estadual. A partida também marcou as estreias do atacante Manga Escobar e dos laterais Apodi e Carlinhos pelo Azulão do Mutange. 
Agora, o Azulão volta a focar na Copa do Nordeste, onde o time azulino terá o CRB pela frente, no segundo Clássico das Multidões da temporada, no dia 7 de março (quinta-feira), às 21h30, no Estádio Rei Pelé. Pelo Alagoano, o CSA só voltará a entrar em campo no dia 13 do próximo mês (quarta-feira) para receber o ASA, no mesmo Trapichão, às 20h30, pela 6ª rodada do Estadual.

O CEO, por sua vez, joga antes, no dia 10 de março (domingo), às 16h, contra o Coruripe, no Estádio Edson Matias, em Olho d'Água das Flores.
CSA 1x0 CEO - Alagoano 2019
Confira os melhores momentos da partida válida pela 5ª rodada do Campeonato Alagoano
Jogo morno
Régis teve mais uma atuação consistente pelo CSA, mantendo a regularidade
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS























Mal a bola começou a rolar no Trapichão e já dava para perceber que não seria uma partida intensa. Tanto CSA como o CEO tinham dificuldades para criar jogadas de perigo e abusavam dos toques de lado. A primeira grande chance do CSA saiu aos 10 minutos, quando Matheus Sávio levantou na área, a zaga do CEO não afastou e Gerson emendou uma bicicleta, obrigando o goleiro André Pereira a trabalhar.
Um dos estreantes, lateral-direito Apodi reclamou das entradas dos jogadores do CEO
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS























Aos 20, Régis foi lançado dentro da área, ficou cara a cara com André Pereira, mas acabou demorando para finalizar e perdeu a chance de balançar as redes. Na sequência, Matheus Sávio ainda finalizou, mas viu a bola passar por cima do gol.
Apodi teve boa atuação, demonstrando raça contra o CEO
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS






















O CEO não incomodava o goleiro azulino João Carlos e o CSA seguia com mais volume dentro do campo de jogo, mas não conseguia ser eficiente e esbarrava na marcação do clube sertanejo. As melhores chances saiam com a dobradinha entre o lateral Apodi e o meia Régis pelo lado direito, mas não surtiam efeito. 

Victor Paraíba deixou o gramado ainda no primeiro tempo, lesionado
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS























Para piorar, o Azulão perdeu o meia Victor Paraíba lesionado aos 35 minutos do primeiro tempo. No seu lugar, Marcelo Cabo escolheu Manga Escobar para fazer sua estreia pelo clube do Mutange.
Capitão do CSA, Didira tenta se livrar da marcação no campo ofensivo
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS























Antes do fim do primeiro tempo, o CSA teve uma última chance. Didira avançou pelo corredor central, passou por dois marcadores e serviu Patrick Fabiano, dentro da área. O artilheiro do Azulão bateu colocado no canto esquerdo de André Pereira e o goleiro do CEO saltou para espalmar, salvando o Tricolor, aos 34 minutos.
Estreias e faro de artilheiro
Lateral-esquerdo Carlinhos foi fundamental na vitória azulina, neste domingo
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS























Na segunda etapa, o jogo foi outro. O CSA voltou mais ligado em campo e não deixou o CEO respirar. Aos 14 minutos, Marcelo Cabo promoveu a estreia do lateral-esquerdo Carlinhos, entrando na vaga de Rafinha e o resultado foi imediato. No primeiro toque na bola, o lateral soltou uma pancada de canhota, André Pereira deu rebote e Apodi pegou a sobra e rolou para Patrick Fabiano, livre de marcação, só empurrar para o fundo das redes. CSA 1x0.
Camisa 10 do Azulão, Meia Matheus Sávio teve atuação discreta
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS























O gol deu mais tranquilidade ao Azulão que seguiu pressionando o adversário, sem que o goleiro João Carlos fosse incomodado. Aos 27 novamente Carlinhos finalizou com muita força da entrada da área e André Pereira espalmou para o lado. Seis minutos depois, o lateral cobrou falta com categoria e viu a bola explodir na trave.
O CSA jogava fácil e outro estreante da tarde, o atacante Manga Escobar dava trabalho a marcação do CEO, pelo setor esquerdo do campo. Em um desses lances, ele tabelou com Patrick Fabiano e a bola chegou até Régis que, finalizou fraquinho dentro da área e facilitou a defesa do goleiro André Pereira. 
A única chance clara de gol do CEO saiu aos 43 minutos da etapa final. Willian levantou no segundo pau e Cezar, livre, testou firme para o gol, obrigando João Carlos a salvar o CSA, com uma grande defesa. E foi isso no Rei Pelé: CSA 1x0 CEO.
CSA: João Carlos; Apodi, Gerson, Luciano Castán e Rafinha (Carlinhos); Dawhan (Mauro Silva), Didira e Matheus Sávio; Régis, Victor Paraíba (Manga Escobar) e Patrick Fabiano.
Técnico: Marcelo Cabo
CEO: André Pereira; Walber, Cleriston, Igor e Luciano; Jacobina, Cézar, Willian e Aurélio (Ari); Dinho (Felipe José) e Roger.
Técnico: Carlos Humberto
NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário