Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 3 de fevereiro de 2019

CSA mantém tabu, vence o Sampaio por 3x0 e dorme líder do Grupo B do Nordestão

FOTO: ELIAS AUÊ/SAMPAIO CORRÊA
Com uma atuação muito segura, o CSA não tomou conhecimento do Sampaio Corrêa e venceu o clube maranhense por 3x0, neste domingo (3), no Castelão, em São Luís-MA, pela terceira rodada da Copa do Nordeste. Régis, aos 25 minutos do primeiro tempo abriu o marcador para o Azulão. Na segunda etapa, o artilheiro Patrick Fabiano marcou duas vezes e fechou o placar para os azulinos.
Com essa vitória, o CSA chegou aos cinco pontos na tabela de classificação e assumiu a liderança momentânea do Grupo B do Nordestão. Isso porque, o Ceará - 4º, com quatro pontos - ainda joga no próximo dia 9, contra o Altos-PI, no complemento da rodada e, pode ultrapassar o Azulão, em caso de vitória. O Sampaio, por sua vez, segue sem vencer na competição, ocupando a sétima colocação do Grupo A, com apenas um ponto conquistado.
O resultado também aumentou a invencibilidade do CSA nos confrontos contra a Bolívia Querida para oito jogos. Isso porque, a última vez que o Azulão perdeu para o Sampaio foi no ano de 2010, quando acabou goleado pelos maranhenses por 5x0, pela Série D do Campeonato Brasileiro. De lá para cá, quatro vitórias para o CSA e quatro empates.

Agora o CSA volta suas atenções para estreia na Copa do Brasil, contra o Mixto-MT, na próxima quarta-feira (6), às 20h30 (horário de Alagoas), na Arena Pantanal, em Cuiabá. Pela Copa do Nordeste, o Azulão volta a campo somente no dia 17 de fevereiro (domingo), para encarar o Salgueiro-PE, no Estádio Rei Pelé. Já o Sampaio Corrêa, terá pela frente o clássico contra o Moto Club, no próximo domingo (10), às 16h, pelo Campeonato Maranhense.
Domínio
Desde o início da partida, o CSA mostrava tranquilidade dentro de campo. O Azulão apostava suas fichas pelos lados do campo. As descidas do lateral Pedro Rosa na esquerda e de Joazi na direita faziam o time do técnico Marcelo Cabo incomodar o setor defensivo do Sampaio.
Apesar da insistência pelas extremidades, o Azulão não finalizava e só veio assustar o goleiro Rodrigo Santos em um lance de bola parada. Aos 21 minutos, Matheus Sávio cobrou escanteio com veneno e fechado, a bola desviou na zaga do Sampaio e por pouco não enganou o arqueiro da Bolívia Querida, que fez a defesa.
As investidas do meia Régis funcionava e, aos 25 minutos, após uma bobeira da zaga do Sampaio, o camisa 11 do CSA abriu o marcador. Ele recebeu um belo passe entre os marcadores, invadiu à área em velocidade e tocou com muita categoria por cima do goleiro Rodrigo Santos. CSA 1x0.
Aparece o artilheiro
No segundo tempo, o Sampaio até tentou esboçar uma reação, mas logo aos 5 minutos tomou uma ducha de água fria. O CSA trocou passes de um lado para o outro do campo, até a redonda chegar em Gerson. Ele serviu Patrick Fabiano, que só teve o trabalho de mandar para o fundo das redes: CSA 2x0.
Dois minutos depois, quase que surge a lei do ex em São Luís. Após cruzamento, Maxuel Samurai cabeceou com estilo e a bola explodiu na trave. Aos 20, novamente Maxuel apareceu cara a cara com João Carlos e finalizou de bico, mas o goleiro azulino fechou o ângulo e fez uma grande defesa, salvando o Azulão.
No fim da partida, Patrick Fabiano marcou o segundo gol dele no jogo e fechou o placar para o Azulão em São Luís. Sampaio Corrêa 0x3 CSA. 
NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário