Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

CRB bate o Goiás nos pênaltis e se classifica para 3ª fase da Copa do Brasil


Rosiron Rodrigues/Goiás E.C
O CRB enfrentou o Goiás em partida válida pela segunda fase da Copa do Brasil, nesta quinta-feira (21), no Estádio da Serrinha, em Goiânia e se classificou á terceira fase da competição nacional, após derrotar o Esmeraldino nos pênaltis. O Galo contabilizou mais um empate na temporada, desta vez 1 a 1 com o time goiano mas foi melhor nas penalidades e venceu por 3x2, foram 5 pênaltis desperdiçados pelo Goiás e 2 pelo Regatas.
O time alvirrubro abriu o placar no primeiro minuto do segundo tempo com Wellington Carvalho, após chute cruzado de Lucas, Sidão falhou e o zagueiro regatiano só encostou para o gol. O Goiás empatou após a marcação de um pênalti duvidoso em Renatinho, o mesmo foi para a bola e convertou. A vaga foi decidida nas penalidades e Lucas, Hugo Sanches e Felipe Menezes marcaram para o time alagoano enquanto Brenner e Geovane fizeram para o Esmeraldino.
Agora, o Galo vira a chave e foca no campeonato estadual, no próximo domingo vai até Arapiraca enfrentar o ASA no segundo clássico do Alagoano, a bola rola às 17h. Já o Goiás também retoma as atenções no campeonato estadual onde faz o clássico com o Vila Nova, no próximo domingo (24), às 17h no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga.
O JOGO
Goiás e CRB fizeram um primeiro tempo morno, o time goiano foi melhor mas não conseguiu abrir o placar na etapa inicial. Logo no minuto um, Renatinho assustou Edson Mardden após receber sozinho na entrada da grande área e soltar a bomba por cima da trave. Aos nove minutos, o CRB puxou contra ataque mas Rafael Vaz cometeu falta dura em Maílson e levou o primeiro amarelo do jogo. As duas equipes fizeram um jogo bastante acirrado no meio campo e aos 17 minutos, Ferrugem tomou o primeiro amarelo pelo lado regatiano após matar contra-ataque do time goiano. 
Aos 21, Marlone deu o passe para Júnior Brandão que desperdiçou a chance. No lance seguinte aos 22 minutos, Maílson derrubou Leo Sena e recebeu o segundo amarelo do CRB. Jogo continou quente e o árbitro não economizou os cartões e aos 24 minutos, Júnior Brandão cometeu falta de ataque em Ferrugem e recebeu cartão amarelo. A partida contava com mais cartões do que lances de perigo. Aos 27 minutos, finalmente uma finalização ao gol, Geovane chutou de fora da área mas Edson Mardden fez a defesa. Também aos 27, Léo Sena acertou uma bomba e o paredão regatiano com dificuldades espalmou a bola. No minuto seguinte, Michael limpou a marcação e bateu mas a bola passou longe da meta defendida pelo goleiro alvirrubro. 
Aos 32 minutos, outro cartão amarelo na partida, Léo Sena recebeu no lado esquerdo de ataque e foi derubado pelo lateral direito Júnior que recebeu cartão amarelo. Também aos 32, Renatinho cobrou falta venenosa, Mardden defendeu "de manchete" e na sobra a bola bateu em David Duarte que não conseguiu marcar o gol. Aos 33, Ferrugem e um refletor caiu, o volante sentiu dores já o refletor sofreu apagão. Lembrando que o cronômetro é parado nessa situação. Após 23 minutos de paralisação, a bola voltou a rolar e o técnico Roberto Fernandes promoveu a primeira mudança no Galo, o volante Ferrugem saiu para a entrada de Lucas. E logo no primeiro lance, aos 35 minutos,Renatinho acertou um belo chute obrigando o goleiro regatiano a se esticar todo, na sequência Michael tenta dividir mas a arbitragem havia marcado impedimento. 
Aos 40 minutos, Kevin finaliza da entrada da área mas a bola vai por cima da trave. O festival de cartões continou e aos 42 minutos, Léo Sena sofreu falta de Mateus Silva e o volante regatiano recebeu o amarelo. No minuto seguinte, aos 43, Renatinho cobrou bem a falta e obrigou Edson Mardden a fazer boa defesa. Aos 46, Danilinho puxou a camisa de Léo Sena e tomou cartão amarelo, o árbitro estava com a mão afiada. Ao completar os três minutos de acréscimo o árbitro Vinícius Furlan deu números finais á primeira etapa.
Ficha técnica
Goiás
12- Sidão
2- Kevin
3- David Duarte
4- Rafael Vaz
13- Jefferson
5- Geovane
20- Léo Sena (22- Marcinho, aos 21' do 2º tempo)
7- Renatinho
10- Marlone
11- Michael (30- Leandro Barcía, aos 46' do 2º tempo)
9- Júnior Brandão (38- Brenner, no intervalo)
Técnico: Maurício Barbieri
Banco: 1- Marcos, 33- Yago, 27- Fábio Sanches, 70- Caíque Sá, 86- Marcelo Hermes, 29- Gilberto Jr., 8- João Afonso, 30- Leandro Barcía, 22- Marcinho, 97- Geovanny e 38- Brenner.
CRB
1- Edson Mardden
2- Júnior
3- Wellington Carvalho
4- Edson Henrique
6- Guilherme
5- Claudinei
8- Mateus Silva
7- Ferrugem (14- Lucas, aos 34' do 1º tempo)
10- Danilinho (16- Hugo Sanches, aos 26' do 2º tempo)
11- Maílson
9- William Barbio (17- Felipe Menezes, aos 47' do 2º tempo)
Técnico: Roberto Fernandes
Banco: 12- Vinicius, 13- Guilherme Mattis, 14- Lucas, 15- João Paulo, 16- Hugo Sanches, 17- Felipe Menezes e 18- Zé Carlos.
Gols
Goiás: Renatinho (pênalti, aos 13' do 2º tempo)
CRB: Wellington Carvalho (1' do 2º tempo).
Cartão amarelo
Goiás: Jefferson, Júnior Brandão, David Duarte. 
CRB: Edson Mardden, Claudinei, Maílson, Ferrugem, Danilinho, Mateus Silva, Júnior, .  
Arbitragem
Árbitro: Vinicius Furlan (CBF/SP);
Auxiliar 1: Daniel Paulo Ziolli (CBF/SP);
Auxiliar 2: Daniel Luis Marques (CBF/SP);
4º árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadao (CBF/GO).
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário