Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

ASA sofre com desatenção e não consegue vencer no Campeonato Alagoano

FOTO: ASCOM ASA
Na lanterna do Campeonato Alagoano, com apenas três pontos, o ASA não consegue repetir as boas campanhas de anos anteriores. Em quatro rodadas da comepetição já concluídas, a equipe alvinegra já trocou de treinadores duas vezes, trouxe novos atletas e ainda não conseguiu sair de campo vencedor em nenhum partida. A desatenção pode ser um dos motivos para tal feito.
A má fase começou assombrando o Fantasma desde a estreia, quando empatou sem gols com o Murici, em pleno Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. O resultado não caiu bem e o até então técnico da equipe, Alan Dotti, pediu desligamento da equipe. A missão de levar o ASA a primeira vitória caiu no colo do auxiliar técnico Alysson Dantas.
Contra o CEO, parecia que os três pontos viria. O Alvinegro abriu 2x0 de vantagem, com os veteranos Ciel e Betinho. Mas, cedeu o empate ao time de Olho d'Água das Flores, Luciano e Roger concretizaram o placar de igualdade e a frustração dos alvinegros. 
A chance de se recuperar, enfim, seria no clássico com o Coruripe, pela 3ª rodada da competição. Saiu na frente duas vezes no placar, no entanto, foi surpreendido em casa. Janderson abriu a contagem a favor do ASA, e o Hulk empatou na etapa final, com Palinha. Na sequência, Ciel deixou o time arapiraquense na vantagem, e Alef, do Coruripe, deixou tudo igual no Municipal. Quando a partida se encaminhava para mais um empate, Etinho foi no campo do ASA, entrou na área, driblou o goleiro Marcão e fez o terceiro gol dos alviverdes.
Na estreia do técnico Nêdo Xavier e já figurando nas últimas posições ao lado de Jaciobá e Murici, o ASA voltou a campo em Campela, onde enfrentou o Dimensão e por pouco não sofreu mais uma derrota. Bebel colocou o Dimensão na frente, e no segundo tempo, Romário empatou para o Alvinegro. Quando parecia que o time conseguiria reagir, o atacante André saiu do banco e colocou novamente o clube de Capela na frente do marcador. Quando a derrota parecia eminente, Ciel aproveitou cruzamento na área no fim da partida e deixou igual.
Contra o Coruripe, jogando no Coaracy da Mata Fonseca, Alvinegro sofreu a virada após estar na frente do placar por duas vezes
FOTO: JAILSON COLACIO























O resultado livrou o ASA da zona de rebaixamento momentaneamente, porém, com a vitória do Murici sobre o Coruripe, por 2x0, na abertura da 5ª rodada do Campeonato Alagoano, empurrou os arapiraquenses para a oitava e última posição do Estadual. Apesar de empatado em pontos com o Jaciobá, ambos com três, o Azulão do Sertão se sobressai no primeiro critério de desempate, que é o número de vitórias, contagem que no ASA ainda está zerada.
Além do Estadual, a equipe alvinegra jogou pela Copa do Brasil, contra o Bragantino-PA. Precisava apenas empatar para seguir na competição, em contrapartida, mais uma vez, sofreu gol no segundo tempo da partida, em mais uma falha de marcação da defensiva alvinegra.
A prova de fogo da temporada vem, de fato, neste domingo (24), no clássico alagoano contra o líder CRB. Uma derrota para o Galo, somada a vitórias de Jaciobá e Murici, em seus respectivos jogos, poderá afundar o ASA ainda mais no Z4. Crise que pode dobrar de tamanho porque depois do CRB, tem o CSA pela frente, na 6ª rodada. 
ASA recebe o CRB no Municipal de Arapiraca precisando desesperadamente da primeira vitória
FOTO: AILTON CRUZ






















Para enfrentar o Galo, o treinador espera contar com a presença do recém-chegado Guga, que aguarda a regularização junto a CBF. O volante estava no Jacobina-BA e já sabe qual a missão que tem na equipe. "Estou dando prosseguimento ao trabalho [físico] para entrar no ASA mais preparado e contribuir para reverter a situação do time no campeonato estadual", disse Guga. A diretoria alvinegra corre para regularizar o jogador até esta sexta-feira (22).
Provável baixa até o fim
Por ter sido expulso na partida contra o CEO, ainda na segunda segunda rodada do Campeonato Alagoano, o zagueiro Willames José, foi julgado pela Segunda Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva de Alagoas (TJD-AL), na tarde dessa terça-feira (20), e pegou quatro jogos de suspensão. 
A suspensão automática foi cumprida na derrota para o Coruripe, no entanto ainda restam mais três jogos a serem cumpridos. A decisão cabe recurso, porém, se o número de partidas forem mantidas, o jogador pode mais não atuar pelo ASA no Estadual, já que dificilmente a equipe se classificará para a segunda fase da competição.
NM com Mauricio Manoel

Nenhum comentário:

Postar um comentário