Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

ASA perde para o Bragantino-PA e se despede da Copa do Brasil: 1 a 0

FOTO: JÂNIO BARBOSA/CORTESIA
O ASA deu adeus à Copa do Brasil. Estreando na competição de 2019, na tarde desta quarta-feira (13), contra o Bragantino do Pará, o Alvinegro perdeu por 1 a 0, no Estádio São Benedito, o Diogão, em Bragança-PA, e foi eliminado.
O gol do time da casa foi marcado por Rafinha. Agora o Bragantino vai enfrentar o Aparecidense-GO, que venceu a Ponte Preta, por 1 a 0, na terça-feira (12), e desclassificou a Ponte. Além disso, o Braga vai receber uma cota de R$ 625 mil, por ter avançado à próxima fase da competição. Primeira vez disputando a Copa do Brasil, a classificação foi um feito histórico para a equipe paraense e para a cidade de Bragança do Pará.
 Além do ASA, o CSA, que jogou no último dia 6, também foi eliminado, após perder para o Mixto-MT, por 1 a 0. Já o CRB, que jogou na tarde desta quarta-feira, ficou no empate com o Brasiliense-DF, por 0 a 0, e avançou de fase.
Fora da Copa do Brasil, agora o ASA do técnico Nedo Xavier volta as atenções totalmente para o Campeonato Alagoano, onde vai enfrentar o CRB, pela 5ª rodada, no dia 24 deste mês, no Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca.
Como foi
Por ser o time visitante, o Alvinegro precisava de um empate para se classificar à próxima fase. Por isso, jogou todo fechadinho, enquanto o Bragantino pressionava em busca de abrir o placar e tomava a iniciativa do jogo. Os jogadores Fidélis e Arian Taperaçú eram os mais perigosos no ataque do Bragantino, enquanto do lado Alvinegro Ciel era quem se movimentava mais.
O Bragantino quase abriu o placar aos 23 minutos, levantando a torcida no estádio. Após levantamento na área, Arian Taperaçú chutou forte, de primeira, e o goleiro Marcão mandou a bola para escanteio. 
Aos 24 minutos, na cobrança, Gabriel Gonçalves cabeceou próximo do travessão, levando a torcida à loucura, que não parava de cantar nas arquibancadas. Na verdade, esse jogo era um momento histórico para a cidade de Bragança, onde foi até decretado ponto facultativo para a população, já que o Braga disputa a Copa do Brasil pela primeira vez.
ASA do técnico Nedo Xavier volta as atenções totalmente para o Campeonato Alagoano, onde enfrenta o CRB, no próximo dia 24
FOTO: ASCOM ASA























O time do técnico Nedo Xavier seguiu com a proposta de se segurar na defesa, mas não conseguia trocar passes. O time tinha dificuldades no meio-campo, deixando os atacantes sem oportunidades para a finalização. E o Bragantino, apesar do domínio, tinha dificuldades para conseguir o espaço visando à finalização.
No finalzinho do primeiro tempo, o Bragantino ainda tentou. Após levantamento na área, Romário testou forte em direção ao gol, Marcão fez uma grande defesa, mas o árbitro já havia marcado o impedimento. E assim terminou o primeiro tempo, aos 49 minutos: 0 a 0, placar que classificava o ASA.
No segundo tempo, os dois times voltaram com a mesma formação. E o Braga começou logo levando perigo. No primeiro minuto, Fidélis invadiu a área, na velocidade, e chutou, cara a cara com Marcão, mas a bola foi para fora.
Precisando do gol, o Bragantino seguia pressionando e, aos 7 minutos, de novo o perigoso Fidélis chutou e a bola passou bem perto da trave. O ASA seguia todo no campo de defesa, mas jogava de forma desorganizada. E aos 9 minutos, Rafinha abriu o placar para os donos da casa: um golaço, do meio da rua e de perna esquerda, no cantinho, sem chances para Marcão: 1 a 0.
Depois que levou o gol, o ASA tentou sair para o jogo em busca do empate. E aos 18 minutos o Alvinegro chegou com perigo. No bate-rebate dentro da área, o goleiro Axel foi pego de surpresa com o chute e, no reflexo, fez uma grande defesa, livrando o Bragantino. Mesmo depois de fazer o gol, o Braga seguiu com a postura ofensiva e ia para cima do ASA, em busca do segundo gol para tranquilizar mais a equipe.
A partir dos 30 minutos, o jogo ficou eletrizante, com os dois times tentando manter a boa postura defensiva, mas também se lançavam ao ataque. No finalzinho, o ASA ainda tentava o gol do empate e se lançava todo ao ataque, apostando nos cruzamentos para a área do Bragantino, mas o goleiro Axel levava a melhor e fazia as defesas. 
Aos 48 minutos, quase o ASA chegou ao empate. No cruzamento na área, Ciel errou o cabeceio de frente para Axel, para sorte do time da casa. E aos 50 minutos, o árbitro apitou o final da partida e o Bragantino garantiu a vaga na segunda fase da Copa do Brasil, levando a sua torcida ao delírio no estádio Diogão. E foi só festa na Pérola do Caeté!
Escalações
Bragantino - Axel; Bruno Limão, Romário, Gabriel Gonçalves e Esquerdinha; Ricardo Capanema, Paulo de Tárcio e Rafinha; Arian Taperaçú (Marco Goiano), Will (Pecel) e Fidélis (Mauro Praia). Técnico: Agnaldo de Jesus.


ASA - Marcão; Marcelo, Romário, Willames José e Léo Campos; Natan, Jadson (Dannyel), Dakson (Geovani) e Gabriel (Roberto Pitio); Ciel e Betinho. Técnico: Nedo Xavier.
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário