Image Map
Image Map
Image Map

terça-feira, 27 de novembro de 2018

CRB: Alarcon deve sair e Marcos Barbosa decide permanência até quarta-feira

Com a permanência garantida no Campeonato Brasileiro da Série B em 2019, as atenções do CRB se voltam agora para os bastidores do clube, principalmente em torno da indefinição sobre quem comandará o Galo no biênio 2019/2020. Muito criticado pelo torcedor regatiano nesta temporada, o diretor de futebol Alarcon Pacheco, é um dos que não deve permanecer no clube para o ano seguinte.
Já a definição sobre a possível candidatura à reeleição de Marcos Barbosa para a presidência executiva do clube deve acontecer até a próxima quarta-feira (28). O mandato do atual presidente regatiano se encerra no próximo dia 30 de dezembro, no entanto, ele deixou claro na coletiva de imprensa após a vitória por 2x1 contra o Figueirense no Rei Pelé no último sábado (24), que o estatuto do CRB possibilita um novo período no comando do Galo.
Com o clima de incertezas na direção regatiana, a permanência do técnico Roberto Fernandes para a próxima temporada também fica indefinido. O treinador até já demonstrou o interesse de seguir no clube, mas diz esperar o resultado das eleições que devem ocorrer até a segunda quinzena de dezembro.
"É uma questão hierárquica. Assim que houver a definição da presidência, acredito que as outras situações vão ocorrer também. O CRB tem uma estrutura e uma história de muito respeito", disse Fernandes.
Em entrevista nesta segunda-feira (26), o presidente do conselho deliberativo do clube, Fernando Paiva, tranquilizou o torcedor regatiano e disse que o Galo já está de olho em 2019, com um trabalho de planejamento iniciado hoje. "Peço que a torcida fique tranquila, porque nós iniciamos hoje o trabalho para a próxima temporada. Em relação às eleições, nós estamos avaliando os nomes e no máximo até o dia 15 de dezembro, o CRB terá sua definição", afirmou.
2º maior público do ano contra o Figueirense 
Nesta segunda-feira (26), a Federação Alagoana de Futebol (FAF) divulgou o boletim financeiro da partida entre CRB x Figueirense, válida pela última rodada da Série B do Brasileirão. 10.024 torcedores estiveram no Estádio Rei Pelé e acompanharam a vitória do Galo por 2x1. Este foi o segundo maior público do CRB na Segundona em 2018.
Segundo o documento, 7.739 torcedores pagaram ingresso para acompanhar o confronto no Trapichão, perfazendo uma renda bruta de R$ 103.694,00. Mandante da partida, o Galo teve uma renda líquida de R$ 42.113,38.
O maior público do CRB na Segunda Divisão Nacional foi no Clássico das Multidões, contra o CSA, vpalido pela 29ª rodada da competição. Na oportunidade 10.411 torcedores acompanharam o empate sem gols no Rei Pelé.
NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário