Image Map
Image Map
Image Map

sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Neto Baiano marca, mas CRB só empata com Guarani no Estádio Rei Pelé: 1x1

AILTON CRUZ
Tentando a vitória, para se distanciar mais ainda da zona de rebaixamento, o CRB encarou o Guarani e apenas empatou por 1 a 1, em jogo disputado nesta sexta-feira, feriado de 7 de setembro, no Estádio Rei Pelé. O jogo foi válido pela 26ª rodada, da Série B. De pênalti, Neto Baiano fez o gol do Galo, enquanto Bruno Mendes empatou para o Bugre. Ambos no segundo tempo. 
Com esse resultado, o CRB soma 29 pontos e permanece na 15ª posição na tabela. Já o Guarani, com 38, aparece em 6º.
Pela 27ª rodada, o Galo vai enfrentar o Brasil-RS, às 16h30, sábado (15), no Estádio Bento Freitas. O Guarani, por sua vez, recebe o Juventude, dia 13, quinta-feira, no Brinco de Ouro da Princesa, às 21h. 
O DUELO 

Rafael Carioca criou boas chances pelo lado esquerdo do campo
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS






















O CRB começou com um bom momento aos 5 minutos. Rafael Carioca aproveitou a sobra e soltou o pé de fora da área, assuntando o goleiro Agenor, que só fez acompanhar. O início de jogo do era bom para o Galo, que investia em jogadas pelo lado, aproveitando a velocidade de Iago e Willians Santana. Já o Guarani não conseguia ultrapassar a linha central do gramado.
O jogo era equilibrado, mas o CRB, precisando vencer, era um pouco melhor. E até fez um gol. Aos 19 minutos, Iago fez boa jogada individual, invadiu a área e deixou para Neto Baiano. O atacante do Galo finalizou e Diego Rosa, em posição irregular, desviou para o fundo das redes, mas o árbitro assistente marcou impedimento e anulou.

Apesar de algumas tentativas, Guarani pouco assustou o goleiro João Carlos no 1º tempo
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS






















Até esse período da etapa inicial, o Guarani sequer assustou o goleiro João Carlos. Aos 29 minutos, foi o CRB quem chegou de novo: Iago recebeu na ponta-esquerda, fintou Kevin e cruzou rasteiro, mas a bola atravessou toda extensão da grande área e ninguém aproveitou. 
O Bugre melhorou um pouco e respondeu aos 35. Matheus Oliveira apareceu livre pela direita e cruzou, Marcão não dominou e perdeu a boa chance para a sua equipe. Oito minutos depois, o Guarani teve uma cobrança de falta em seu favor. Pará cobrou, batendo rasteiro, mas a bola passou longe do gol.  
Bola na rede
No 2º tempo, foi o Galo quem começou avançando. Aos 2 minutos, Willians Santana invadiu a área do Bugre e chutou forte, vendo a bola explodir em Philipe Maia. O Guarani deu o troco aos 5, mandando uma bola na trave. Rondinelly aproveitou cruzamento, mandou com perigo e a bola beijou o poste esquerdo de João Carlos.
O Guarani seguia pressionando. Aos 8 minutos, Ricardinho arriscou de longe, obrigando o goleiro João Carlos a fazer boa defesa. O técnico do Galo, Doriva, promoveu a entrada de Renan Oliveira. Foi a estreia do recém-contratado reforço, no lugar de Diego Rosa.

Neto Baiano cobrou com muita categoria, sem chances para o goleiro Agenor
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS






















E aos 16 minutos, o Galo teve um pênalti assinalado em seu favor. Willians Santana acionou Iago, dentro da área. O atacante girou sobre Edson Silva e foi derrubado. O árbitro marcou a penalidade. Neto Baiano cobrou, rasteiro, no canto direito, deslocando Agenor e abriu o placar no Trapichão: 1 a 0.
Mas o Bugre não desistiu e chegou ao gol de empate aos 33 minutos, com Bruno Mendes, que tinha acabado de entrar. Ele aproveitou cruzamento da esquerda e pegou de primeira, mandando por cima, sem chances para João Carlos: 1 a 1. 
Aos 41, o Galo ainda chegou. Rafael Carioca recebeu de Diogo Mateus, bateu cruzado e a bola passou à esquerda de Agenor. Três minutos depois, novamente uma boa chance para o Regatas. No primeiro toque na bola, Elias, que entrou já no finalzinho do segundo tempo, avançou pela esquerda, bateu cruzado e Renan Oliveira, por muito pouco, não completou para as redes.
Como não havia tempo para mais nada, mesmo com os acréscimos, o jogo ficou no empate por 1 a 1 e o CRB saiu de campo vaiado por sua torcida. 
CRB: João Carlos; Diogo Mateus, Everton Sena, Wellington e Rafael Carioca; Claudinei, Otávio, Diego Rosa (Renan Oliveira) e Willians Santana (Leílson); Iago (Elias) e Neto Baiano. Técnico: Doriva.
Guarani: Agenor; Kevin, Philipe, Edson Silva e Pará; Willian Oliveira, Ricardinho, Fabrício Bigode e Rondinelly (Longuine); Marcão (Bruno Mendes) e Matheus Oliveira (Bruno Xavier). Técnico: Umberto Louzer.
NM com Fernanda Medeiros e Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário