Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 2 de setembro de 2018

Com uma atuação irreconhecível, CSA é goleado pelo Boa Esporte-MG: 3 a 0

Ex-jogador do Azulão, Daniel Cruz fez dois gols e Barbio completou placar de 3x0
Uma noite que não trouxe nada de 'Boa' para o CSA. Jogando de maneira irreconhecível, o time azulino foi goleado por 3 a 0, neste sábado (1º), em Varginha. Daniel Cruz foi autor de dois gols - fazendo valer a lei do ex - e William Barbio completou a goleada.
Apesar de ter mais posse bola e de apresentar um índice de mais acertos na questão de passes, o CSA não teve nenhuma capacidade ofensiva ao longo de toda a partida. Em dez finalizações na partida, apenas duas foram certas.
Com a surpreendente derrota, o CSA estacionou nos 40 pontos e permanece na vice-liderança da competição. Já o Boa chegou aos 21 pontos mas manteve-se na lanterna.

Na rodada cheia da próxima terça-feira (4), o CSA receberá o Londrina, no Estádio Rei Pelé, às 20h30. O Boa Esporte, por sua vez, enfrentará o Coritiba, mais cedo, às 19h15, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba.
Boa Esporte-MG 3x0 CSA
Confira os melhores momentos da partida válida pela 24ª rodada da Série B do Brasileirão
O Jogo
O primeiro lance de perigo em favor do Boa Esporte surgiu aos 16 minutos. Falta de longa distância, Rodrigão chutou forte e Felipe Garcia deu rebote. O zagueiro Matheus Lopes chegou antes do atacante do Boa e colocou para escanteio.
Seis minutos depois, o Boa voltou a incomodar. Thallyson cruzou no segundo pau, Cloves surgiu para cabecear, mas a bola desviou em Celsinho e chegou mais fácil para o goleiro azulino.
Sem encaixar um bom jogo, somente aos 24 minutos, o CSA teve a primeira situação ofensiva. Alemão chutou cruzado, Didira tentou o desvio, mas já estava em posição irregular.
Sem ter uma opção de velocidade, o CSA tinha muita dificuldade na construção do jogo ofensivo e com isso proporcionava ao Boa espaços e perspectivas de finalizações.
Goleada
O 2º tempo começou e a expectativa era do time azulino mudar a postura. Aos seis minutos, ou seja, 53 minutos de jogo, o CSA acertou o primeiro chute no gol. Pio chutou de fora da área e Fabrício defendeu sem muitos problemas.
No lance seguinte, o Boa teve uma falta pelo lado de campo, Rodrigão desviou de cabeça, William Barbio meteu a bola na trave e no rebote, Daniel Cruz colocou nas redes. Seis minutos depois, contra-ataque do Boa, Douglas Baggio cruzou e Daniel Cruz desviou novamente para o gol: Boa 2 a 0.
Três minutos depois, o time mineiro criou uma nova situação ofensiva e após um cruzamento atravessar toda a extensão da área defensiva azulina, William Barbio empurrou para o fundo do gol: Boa 3 a 0.
Sem se encontrar em campo e com uma goleada definida, o CSA esperou apenas o final da partida pois mesmo com as mudanças feitas pelo treinador, o time azulino não conseguiu recuperação dentro do jogo.
Ficha Técnica
Boa Esporte 3  x 0 CSA
Campeonato Brasileiro - Série B - 24ª Rodada
Local: Estádio Dilzon Melo (Varginha-MG)
Árbitro: Daniel Nobre Bins (CBF-RS)
Árbitro Assistente 1: Rafael da Silva Alves (CBF-RS)
Árbitro Assistente 2: Michael Stanislau (CBF-RS)
4º Árbitro: Ronei Candido Alves (CBF-MG)
Cartões Amarelos: Cloves, Bruno Tubarão, Rodrigão (Boa Esporte) Jhon Cley , Didira (CSA)
Gols: Daniel Cruz (Boa Esporte) 7' e 13' e William Barbio (Boa Esporte) 17' do 2º tempo
Equipes:
Boa Esporte: Fabrício, Helder, Rodrigo, Rafael Jensen e Kaio Cristian; Djavan e Cloves (Aldo); Daniel Cruz (Alisson), Bruno Tubarão e Thallyson; Douglas Baggio (William Barbio)
Técnico: Ney da Matta
CSA: Felipe Garcia, Celsinho, Roger, Matheus Lopes e Velicka (Juan); Yuri e Pio; Didira, Daniel Costa (Victor Paraíba) e Jhon Cley; Alemão (Rubens)
Técnico: Marcelo Cabo
NM com  Alberto Oliveira e Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário