Image Map
Image Map
Image Map

terça-feira, 7 de agosto de 2018

Sem participar de atividades oficiais, ASA vive drama financeiro


Dentro e fora de campo a situação do ASA não é nada agradável. A última partida oficial que o time disputou foi no dia 27 de março quando se despediu da Série D, enfrentando o Sergipe, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca. De lá para cá, uma série de desencontros segue acontecendo, principalmente nos bastidores da equipe.
A situação ainda não é pior porque o ex-presidente e atual responsável pelas categorias de base do clube, Moisés Machado, tomou a iniciativa de manter os treinamentos com a garotada e vem realizando alguns amistosos intermunicipais e interestaduais, amenizando a carência da torcida e tentando descobrir jovens talentos para o Gigante Alagoano.
Com a manutenção das categorias de base do clube, recentemente ficou definido que 30% do que for apurado pelo sócio torcedor deverá ser repassado para ajudar nas despesas com o time e comissão técnica.
O fato é que mesmo com as categorias de base em pleno funcionamento, o sócio torcedor alvinegro despenca a cada dia.
Segundo o vice-presidente de marketing do ASA, Sérgio Lúcio, no mês de junho apenas 78 torcedores estavam adimplentes, o que gerou uma receita para de apenas R$ 2.444. Desse valor foi repassado os 30% para as categorias de base e sobrou para o clube a quantia de R$ 1.711.
Se a expectativa era que o número de sócios aumentasse, o mês de julho foi pior do que a direção esperava: houve uma redução de 20 torcedores. O setor de marketing do clube fechou o mês com apenas 55 torcedores adimplentes.
Outra luta que a direção alvinegra trava para viabilizar algumas pendências financeiras é tentando convencer ao prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo, que cumpra com a lei que foi aprovada na Câmara Municipal e repasse o valor mensal de pouco mais de R$ 100 mil, que segundo os dirigentes está em atraso.
Em contato recente com o presidente do time arapiraquense, Ives Leão, o mesmo disse que todos os procedimentos junto à prefeitura foram feitos.
“Participamos de uma reunião recente onde colocamos toda a situação do ASA para o prefeito. Foi solicitado que nós entregássemos um documento na Secretaria de Finanças. Isso já foi feito, mas até agora não houve a confirmação da data do repasse da parcela. Estamos aguardando”, finalizou o presidente alvinegro.
NM com Top Esportes - Eduardo Cardeal

Nenhum comentário:

Postar um comentário