Image Map
Image Map
Image Map

sábado, 4 de agosto de 2018

Jailson, Daronco e Dewson: Os melhores do país completam 100 jogos no Brasileirão.


Com brilhantes carreiras na arbitragem brasileira, Jailson Macedo Freitas, Anderson Daronco e Dewson Fernando Freitas da Silva atingiram mais uma marca histórica no futebol nacional. Recentemente, eles comandaram o 100º jogo no Brasileirão – Série A.
O árbitro Jailson Macedo Freitas atingiu a marca no último confronto Grêmio x Atlético Parananese, em Porto Alegre (RS). Daronco completou seu 100º jogo na Série A do Brasileirão na partida Fluminense x Ponte Preta. Ambos os jogos disputados do dia 20 de julho.
No dia 29 de julho, Dewson Fernando Freitas da Silva fez sua centésima participação no Brasileirão, apitando Vasco da Gama – RJ x Corinthians – SP.
Em toda sua caminhada, o baiano Jailson Macedo Freitas acumulou diversas atuações de destaque, com finais de Campeonato Estadual, Copa do Nordeste e Campeonato Brasileiro. Em 2012, foi escolhido o melhor árbitro do quadro da CBF. No dia 18 de julho, foi homenageado pela Federação Bahiana de Futebol (FBF). Recebeu da Comissão Estadual de Árbitros de Futebol da Bahia (CEAF-BA) uma placa para marcar o momento único: 100 partidas de Série A.
Hoje com 46 anos, Jailson começou a carreira com cerca de 20 anos, apitando um jogo do Campeonato Estadual Feminino. Depois, passou pelo Intermunicipal, competição em que apitou seis finais.
Na 100ª atuação de Jailson na Série A, estiveram ao seu lado os assistentes também baianos Alessandro Rocha Matos e Elicarlos Franco de Oliveira; o quarto árbitro Jucimar dos Santos Dias; e os árbitros adicionais Marielson Alves Silva e Diego Pombo Lopez.
Já Anderson Daronco não pensava em ser árbitro de futebol. No fim da graduação em Educação Física, fez um curso apenas como complemento de carga. Apaixonou-se pela atividade. Dezoito anos depois, completou seu 100º jogo na Série A do Brasileirão.
Ele considera esse momento crucial um verdadeiro acaso, já que o primeiro contato com a arbitragem mudou o rumo de sua carreira. Daronco, hoje, é árbitro FIFA, credenciado para atuar em qualquer jogo de futebol do planeta.
– Foi uma espécie de amor à primeira vista. Me identifiquei com a atividade e recebi muito apoio pra seguir e alcançar essa marca histórica. Antes das partidas, há todo um estudo das equipes, análise da situação e preparação ao lado de toda a equipe de árbitros assistentes – afirmou.
Nesta segunda, por exemplo, Daronco e sua equipe escalada a partir do sorteio da Comissão de Arbitragem da CBF chegaram ao Maracanã às 14h30 para a partida que só começaria às 17h. Trinta minutos depois, entraram em campo para uma primeira vistoria, conferindo as marcações, traves e redes.
Quando faltavam 45 minutos para a bola rolar, aqueceram no gramado, já com a torcida no estádio. Rotina de trabalho desde a estreia na Série A, no duelo entre Coritiba e América Mineiro, em 2011.
Aos 36 anos, Anderson já trabalhou em 19 jogos do Brasileirão desta temporada, além dos campeonatos estaduais, internacionais e as Eliminatórias da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018. Conhecido pelo porte físico privilegiado, ele agradece a quem confiou em sua competência e lembra dos companheiros de gramado.
– Prefiro não citar todos os nomes para não esquecer de ninguém, mas falei, pessoalmente, com todos. Aproveito para agradecer aos assistentes, sem os quais o trabalho do árbitro seria muito mais complicado – concluiu.
NM com Site Oficial da Federação Bahiana de Futebol e da CBF

Nenhum comentário:

Postar um comentário