Image Map
Image Map
Image Map

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

CRB regulariza lateral e atacante recém-contratados

Iago ex-Náutico e Confiança
Todos os cinco jogadores que o CRB contratou nos últimos dias já estão aptos a estrear porque, nesta sexta-feira (17), foram publicados no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF os nomes do lateral-Já esquerdo Paulinho e do atacante Iago.
Paulinho teve seu nome publicado às 10h34. Aos 33 anos, o jogador estava defendendo o Luverdense-MT, com quem disputou a Série C do Campeonato Brasileiro. 
E sua trajetória é longa. Começou no Radium-SP e também passou por Esportivo-MG, Vila Aurora-MT, Novo Hamburgo-RS, Atlético-PR, Atlético-GO, Vitória-BA, Avaí-SC, Paraná e Novorizontino-SP. 
Já Iago teve o seu nome publicado às 12h19. O jogador de 22 anos é procedente do Confiança-SE, clube que o revelou ainda em 2014. O atacante também tem passagens por Atlético-PR e Náutico-PE.
Porém, Paulinho e Iago só vão entrar nos planos da comissão técnica a partir do jogo contra o Fortaleza, marcado para as 20h30 da próxima terça-feira (21), no Estádio Rei Pelé.
Os outros reforços que já haviam sido regularizados são o zagueiro Welington Carvalho, o meia Marcelo e o atacante Elias. Destes, o único até aqui a estrear foi Elias, que esteve em campo na derrota contra o Oeste e deixou boa impressão.
Caso Boaventura
Esta semana, após protesto da torcida no CT Ninho do Galo, na Barra de São Miguel, a diretoria regatiana decidiu não mais aproveitar o lateral Diego e os zagueiros Márcio e Flávio Boaventura. Este, inclusive, foi alvo de nota, publicada no site do clube nessa quinta-feira (16), em que a direção nega ter recebido duas propostas pelo jogador.
A nota nega que o jogador tenha comunicado a direção sobre tais propostas, garantindo que Boaventura mentiu em entrevista à imprensa local ao afirmar que o clube não queria liberá-lo. Lembra, ainda, os supostos atos de indisciplina que tornaram a relação entre atleta e torcida "insustentável", o que levou a diretoria a afastá-lo do elenco.
Ainda segundo o comunicado, a única proposta recebida pelo CRB foi pelo volante Tinga, sendo que a direção, em conversa com o atleta, convenceu-o a seguir no Galo. 
"Na verdade, o que o atleta Flávio Boaventura busca neste momento é apagar o fato de ter cometido diversos atos de indisciplina e desrespeito com o clube e a nação regatiana: fez gestos obscenos para a torcida, desceu para os vestiários provocando o torcedor e, por muitas vezes, foi flagrado tendo uma conduta não condizente com a de um atleta profissional, consumindo bebida alcoólica em postos de combustíveis e churrasquinhos espalhados pela cidade após os treinos e em vésperas de jogos, fatos comprovados por várias imagens que circularam nas redes sociais", diz trecho da nota.
NM com Francisco Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário