Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Árbitro de Vídeo: balanço das Quartas de Final da Copa do Brasil. Acompanhe o que aconteceu nas partidas

Créditos: Leandro Lopes

A história foi escrita: as Quartas de Final da Copa do Brasil 2018 contaram com o auxílio do Árbitro de Vídeo, algo inédito até o momento no futebol do país. Na manhã desta quarta-feira (22), na sede da CBF, a Comissão de Arbitragem apresentou um balanço sobre o uso da tecnologia nos quatro duelos e ida e nos quatro de volta. O auxílio da ferramenta foi considerado um verdadeiro sucesso e impactou muito pouco no tempo de bola rolando nas partidas, com uma média de apenas 1,3% de paralisação no tempo dos confrontos.


O gerente de planejamento de Árbitro de Vídeo da CBF, Ricardo Bretas, abriu o evento e aproveitou a oportunidade para agradecer aos clubes envolvidos pela cooperação em seus respectivos estádios. Na sequência, Ítalo Medeiros, consultor da Comissão de Arbitragem da CBF, apresentou os números e seus impactos nas partidas.
As oito partidas tiveram um total 58 checagens, com média de 7,25 por jogo. Em um comparativo com outras competições sobre o tempo de bola rolando, as Quartas de Final da Copa do Brasil tiveram menos paralisações nos confrontos por conta do VAR. A competição mais democrática do país teve média de 57 minutos e 29 segundos de bola rolando por partida, enquanto a Copa do Mundo da Rússia teve 56 minutos e 55 segundos e o Campeonato Alemão 57 minutos e três segundos.
As checagens do VAR no mata-mata mais emocionante do Brasil tiveram uma média de um minuto e 18 segundos por checagem, equivalente a apenas 1,3% do tempo total das partidas. As análises sem impacto, que não têm comunicação com o árbitro, tiveram em torno de 31 segundos. Nas situações em que houve conversa com o campo, o tempo aumentou em três segundos.
Algo que desperta curiosidade de imprensa e torcedores é o sistema de comunicação entre o árbitro de vídeo e a equipe no gramado. Manoel Serapião, idealizador do projeto do VAR no Brasil, foi ao palco do auditório da CBF e mostrou alguns lances de checagens com o áudio da conversa entre cabine e campo. O Árbitro de Vídeo segue nas Semifinais e na grande decisão da Copa do Brasil 2018.
PARA USO DA IMPRENSA
VÍDEOS COM ÁUDIOS DOS DIÁLOGOS NA SALA DO VAR
NM com site da CBF

Nenhum comentário:

Postar um comentário