Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

segunda-feira, 25 de junho de 2018

"Time não se escondeu", diz técnico do CRB após empate em casa

O técnico regatiano Júnior Rocha parecia não acreditar, durante a coletiva de imprensa no Rei Pelé, que o Galo não conseguiu deixar o campo de jogo contra o Paysandu com os três pontos. A vitória pelo placar mínimo seria o bastante para retirar o CRB da zona de rebaixamento, mas o tropeço no último minuto da partida calou o Trapichão. E apesar do instante de desconcentração - que acabou custando caro -, o treinador parabenizou sua equipe, destacando o volume de jogo e as chances desperdiçadas ao longo dos 90 minutos.
"O time não se escondeu em nenhum momento. E temos tomado poucos gols, mas tivemos que nos expor porque pegamos uma equipe bem fechada. Pecamos no final. Fica o aprendizado", disse o treinador que fez questão de reunir o time ainda no gramado, logo após o apito final, citando também recentes partidas válidas pela Copa do Mundo para destacar a importância de se manter o nível de atenção.
Para Júnior Rocha, o empate em casa acaba "mascarando" a boa partida do Galo diante de seu torcedor. "Ninguém gosta de empatar em casa, mas não fizemos um mau jogo. Tivemos mais posse de bola e as melhores chances", analisou o treinador, que já volta suas atenções para o compromisso da próxima terça-feira, quando o Galo vai encarar o Goiás fora de casa, em duelo "de seis pontos" - o time esmeraldino é o 17º colocado, à frente do CRB somente pelo saldo de gols. 
"Saímos arrasados com este gol aos quarenta e oito minutos do segundo tempo. Temos jogadores experientes, mas fomos infelizes. O problema é que a gente empata e parece que está tudo errado", emendou Júnior Rocha, que, para o duelo em Goiás, não poderá contar com o zagueiro Everton Sena - que recebeu o terceiro cartão amarelo nesta noite e, com isso, terá de cumprir suspensão automática.
NM com Francisco Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário