Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 20 de maio de 2018

Júnior Rocha completa um mês de CRB com aproveitamento de 41,66%

FOTO: AILTON CRUZ
Na última sexta-feira (18), o técnico Júnior Rocha completou um mês à frente do CRB. Credenciado pelo trabalho que levou a Luverdense-MT à Série B do Campeonato Brasileiro, o treinador fechou os primeiros 30 dias como treinador regatiano com 3 vitórias, 1 empate e 4 derrotas, perfazendo uma média de 41,66% de aproveitamento.
Júnior Rocha desembarcou em Maceió para substituir Mazola Júnior, que deixou o clube após a derrota para o Oeste-SP por 2x0, na estreia do Galo na Série B. Em sua chegada, o ex-treinador do Santa Cruz logo destacou que já conhecer a estrutura do clube praiano.
- Estou bem feliz com o que estou vendo. É um clube que forma elencos competitivos e sempre em condições de disputar títulos. Isso motiva qualquer profissional. Eu joguei contra várias vezes e testemunhei isso. Tem uma torcida grande e sempre apoiando, de maneira que aceitei de imediato o convite.
E não demorou muito para o novo comandante ir ajustando a equipe ao seu estilo de jogo, apesar das dificuldades, amargando três derrotas consecutivas: 1x0 para o Campinense-PB (pré-Copa do Nordeste 2019), 1x0 para o Vila Nova-GO, no Rei Pelé, e 3x1 para o Fortaleza, ambas pela Série B.
Treinador regatiano tem reclamado do pouco tempo para treinar a equipe
FOTO: ASSESSORIA CRB

























Coincidência ou não, após a sequência negativa, o treinador teve, pela primeira vez, uma semana livre para trabalhar com o elenco no CT Ninho do Galo. Foi o bastante para confirmar a presença do CRB no Nordestão 2019, vencendo o Campinense por 3x1. Em seguida, passou pelo Atlético-GO (3x1, no Trapichão) e bateu o Sampaio Corrêa-MA (3x2, fora de casa), engatando dois resultados positivos na Série B e retirando o Galo do Z4.
Contudo, o empate em 3x3 com o Ceará, logo na sequência, pelo jogo de ida das quartas de finais da Copa do Nordeste recolocou dúvidas na cabeça do torcedor regatiano, principalmente no setor defensivo. E a desconfiança só fez aumentar na última terça-feira, com a goleada de 4x0 sofrida para o Avaí, em pleno Rei Pelé, com Júnior Rocha já admitindo a necessidade de fortalecer a defesa.
- A gente vinha numa crescente e, de repente, perdemos de goleada em casa. Pode parecer que tudo está errado. E se ganhássemos, também não significaria que tudo está certo. O que precisamos fazer é ajustar a parte defensiva. Não podemos ficar vulneráveis como ficamos, ainda mais no futebol atual.
Após a derrota para o time catarinense, Júnior Rocha ganhou mais uma semana para fazer os ajustes necessários, já que o próximo compromisso está marcado para esta quarta-feira (23), quando o CRB vai encarar o Ceará, na Arena Castelão, pela segunda partida das quartas de final da Copa do Nordeste.
NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário