Image Map
Image Map
Image Map

terça-feira, 8 de maio de 2018

CRB vence nos acréscimos e sai da zona da degola da Série B: 3 a 2

FOTO: REPRODUÇÃO/PREMIERE
Um jogo isolado na noite desta segunda-feira, abrindo a 5ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o CRB conquistou sua primeira vitória fora de casa, sobre o Sampaio Corrêa, por 3 a 2, no Castelão, em São Luís-MA. A vitória regatiana foi consolidada ao apagar das luzes, aos 50 minutos do tempo final. Os gols foram de Bruno Paulo, Neto Baiano e Flávio Boaventura; já João Paulo e Maracás fizeram os do Sampaio. Agora o CRB vai a seis pontos e deixa a zona da degola, ficando na 10ª posição.
Na próxima quinta-feira, o CRB já tem jogo novamente, mas pela Copa do Nordeste, contra o Ceará, no Rei Pelé, às 21h45, pelas quartas de final. E na Série B, o Galo volta a campo no dia 15 deste mês, também no Rei Pelé, às 19h15, contra o Avaí. O Sampaio também joga pelo Nordestão, só que entrará em campo no dia 16, contra o Vitória. E pela Segundona nacional enfrentará o Brasil-RS, dia 19, no Bento Freitas.
Os lances
CRB teve o domínio da bola no 1º tempo apesar de ter ido para o intervalo sem vencer
FOTO: LUCAS ALMEIDA/SAMPAIO CORRÊA

























O jogo começou com uma boa jogada do Sampaio Corrêa, aos 4min. Danielzinho invadiu a área, mas se desequilibrou ao finalizar, com o goleiro João Carlos já vendido, e a bola saiu em tiro de meta. O Galo respondeu aos 7min: em velocidade para o ataque, Ratinho levantou a bola na área e Neto Baiano quase abriu o placar, mas, de cabeça, ele mandou a bola por cima da trave.
O CRB jogava com uma postura solta, explorava as laterais e tinha mais posse de bola, apesar de o Sampaio também estar bem. Isso tornava o jogo equilibrado no 1º tempo. E aos 18' o Regatas abriu o placar, com Bruno Paulo que, após receber na entrada da grande área, mandou uma bomba. O goleiro ainda tocou na bola, mas ela tomou efeito e passou por trás dele: 1 a 0.
O Galo seguia bem no jogo e o time maranhense sentia dificuldades para achar espaço na defesa adversária, irritando a sua torcida. Aos 30', o CRB perdeu a chance incrível de ampliar o placar. Neto Baiano avançou sem marcação e, em vez de chutar, tentou passar a bola para Ratinho, e Maracás evitou a conclusão do lance.
O Sampaio errava passes no meio e o CRB tentava aproveitar para ligar as jogadas de ataque mais rápido. Mas aos 40', a Bolívia Querida acertou o pé. João Paulo recebeu pela esquerda na pequena área e, livre, deixou tudo igual: 1 a 1. Os jogadores do CRB pressionaram a arbitragem alegando impedimento, mas o gol foi validado.
No 2º tempo, o Sampaio começou melhor, saindo mais para o jogo, enquanto o CRB voltou retraído. Aos 6', os donos da casa quase fizeram o segundo. William Oliveira levantou na área, passou pela defesa do Galo e João Paulo tentou fazer de primeira, mas desperdiçou. Aos 12', de novo o Sampaio quase fez: Uillian cabeceou, mas o goleiro João Carlos fez bela defesa, tirando com a ponta dos dedos. João Carlos estava impossível e salvou de novo o CRB: aos 19', o Sampaio avançou, Alvinho chutou e ele salvou, mandando para escanteio. 
O CRB tentou com Tinga, aos 27', mas ele foi desarmado por Joécio, livrando o que poderia ser o segundo do Galo. Aos 31' foi a vez de Ratinho perder a chance, pois mandou a bola pela linha de fundo.
Jogador do Sampaio tenta passe em profundidade, sendo pressionado por Tinga
FOTO: LUCAS ALMEIDA/SAMPAIO CORRÊA

























O Sampaio pressionava, pois queria o gol da virada, arriscava, mas não conseguia. Já o CRB conseguiu o seu segundo gol, aos 43min, com Neto Baiano, após falha da zaga adversária: 2 a 1. O Sampaio ainda chegou a empatar novamente, com Maracás, aos 48', mas Boaventura botou o CRB na frente de novo, aos 50 minutos: 3 a 2.
Sampaio Corrêa: André Luiz; Bruno Moura, Joécio, Maracás e Alyson; César Sampaio, Wilian, Danielzinho (Reginaldo Jr.), João Paulo (Carlão) e Bruninho (Uilliam); Alvinho. Técnico: Francisco Diá.
CRB: João Carlos; Diogo Matheus, Flávio Boaventura, Edson Borges (Anderson Conceição) e Diego; Feijão, Ratinho, Lucas, Tinga (Leílson) e Bruno Paulo (Juninho Potiguar); Neto Baiano. Técnico: Júnior Rocha.
Tempo real de Francisco Cardoso
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário