Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 5 de março de 2018

Após derrota, Marcelo Cabo diz que placar não traduz o que foi clássico

Após sair derrotado por 1 a 0, no clássico diante do CRB, no Estádio Rei Pelé, o técnico azulino Marcelo Cabo falou à imprensa na coletiva desta noite, que o placar não traduz o que foi a partida. Na ocasião, o treinador marujo elogiou a atuação de sua equipe, e falou que o jogo foi decido em uma infelicidade do goleiro Mota.
- O clássico foi decidido no detalhe de um gol que a gente sofreu, numa infelicidade do Mota, porém não traduz o que foi o jogo. Nós criamos bastante, mas não conseguimos traduzir em gol. Saio chateado pelo resultado, porém muito satisfeito por tudo que a minha equipe produziu, nesta tarde.
O treinador marujo também aproveitou para sair em defesa do goleiro Mota, que falhou no gol que decretou a vitória do CRB, no Clássico das Multidões.
- Quero deixar claro que no CSA ganha todo mundo e perde todo mundo. O Mota não é vilão e nem culpado de nada. Ele tem minha confiança, é um goleiro campeão da Série C, trouxe muitas alegrias e é um profissional de muito caráter. Portanto, ele tem o apoio de todo grupo e vamos continuar trabalhando.
Questionado se a equipe ainda precisa de uma maior avaliação neste início de temporada, o treinador discordou.
- Discordo, porque o resultado não traduz a produção. Eu trabalho performance e neste quesito a minha equipe foi bem. É notório que nos 15 dias que eu estou trabalhando, houve uma evolução na equipe na parte técnica e física. Tanto se questionava a parte física do CSA, e hoje ela saiu inteira da partida, marcando pressão e volume de jogo.
O CSA volta a treinar na tarde desta segunda-feira, no CT Gustavo Paiva, onde inicia a preparação para o confronto diante do Coruripe, na próxima quarta (7), no Estádio Rei Pelé. 
NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário