Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Em Campina Grande, CRB faz 2x1 e bate o Treze em sua estreia na Copa do Nordeste

FOTO: RAMON SMITH/TREZE-PB
Cirúrgico. Assim foi o CRB na noite deste sábado (16), em sua estreia na temporada 2018. Pela Copa do Nordeste, o Galo praiano encarou o Treze, no Estádio Ernany Sátiro, em Campina Grande. E superando a falta de ritmo de jogo, fruto de pré-temporada que teve apenas 14 dias, o time alvirrubro fez o bastante para, com o placar de 2x1, deixar o interior da Paraíba com três pontos muito importantes na luta por classificação no grupo A.
O desentrosamento esteve evidente, sobretudo no primeiro tempo, mas o CRB soube suportar a pressão do rival, graças também à bela atuação do goleiro João Carlos, o nome da partida no Amigão. 
Já no segundo tempo, seguiu preso à marcação. Porém, mesmo criando muito pouco, chegou à vitória em dois lances de bola parada, marcando aos 24 minutos, em magistral cobrança de falta do lateral Ayrton, e aos 42, quando Marcão converteu pênalti no canto esquerdo do goleiro.
Jogadores do CRB se posicionam para cruzamento na grande área
FOTO: RAMON SMITH/TREZE-PB











Agora, o renovado CRB já volta as suas atenções para outra estreia, desta vez pelo Campeonato Alagoano, domingo que vem, no Rei Pelé, onde vai receber a visita do CEO. Pelo Nordestão, o próximo compromisso será diante do Confiança-SE, no dia 1º de fevereiro, também no Trapichão.
O JOGO
O CRB não contou com o técnico Mazola Júnior, suspenso, com o volante Serginho e o meia Leílson, que ainda não foram regularizados, e com o também volante Juliano, que se recupera de lesão. Contudo, o Alvirrubro foi o primeiro a chegar com perigo, quase abrindo o placar logo com três minutos. Claudinei chutou e Rafael Bastos desviou no meio da área, obrigando o goleiro Saulo a espalmar para escanteio. 
Goleiro regatiano João Carlos foi o nome da partida no Amigão
FOTO: RAMON SMITH/TREZE-PB
O melhor momento da partida saiu aos oito minutos, quando Tininho marcou pelo Treze, mas teve o gol anulado por impedimento. A partir daí, o CRB sentiu a falta de entrosamento, dando espaço às investidas dos paraibanos. 
Já aos 26, Tininho - o nome do jogo pelo Treze - chegou com perigo e quase abriu o placar. Ele chutou forte, rente ao gramado, e viu a bola tirar tinta da baliza direita de João Carlos.
Somente aos 32 é que o CRB voltou ao ataque. O lateral Diego cobrou escanteio pela esquerda, com efeito, e viu o goleiro Saulo afastar com um soco na redonda.
E já passava dos 50 minutos quando o CRB fez o que não conseguiu construir em toda a primeira etapa. Em cobrança de falta do lateral Ayrton, o arqueiro Saulo tirou o gol com a ponta dos dedos. No escanteio, a defesa do Treze afastou, Diego pegou o rebote e mandou direto, mas Saulo colocou novamente para fora. Um minuto depois, após mais uma cobrança, foi a vez de Reinaldo Alagoano afastar a bola da meta paraibana. 
VITÓRIA NO 2º TEMPO
O segundo tempo, por sua vez, começou no mesmo ritmo. Aos 8, Tininho deu a impressão de que o Treze sairia à frente no placar, batendo escanteio bem fechado, na tentativa de gol olímpico, mas o goleiro regatiano, atento, jogou para fora.
Apostando na bola parada, o CRB conseguiu equilibrar a partida. Foi assim que conseguiu abrir o marcador. Aos 24, Ayrton sofreu falta e ele mesmo bateu, com muita categoria, acertando o ângulo superior esquerdo do goleiro Saulo, que nem se mexeu: 1 a 0.
Treze-PB 1x2 CRB
Confira os melhores momentos da partida pela Copa do Nordeste 2018
Foi quando o Treze partiu desesperado em busca do empate. Porém, quando conseguia espaço para o chute, esbarrava no paredão chamado João Carlos. 
Já aos 40, o CRB praticamente fechou o caixão do time paraibano, quando Edson Ratinho avançou pela direita e cruzou para Marcão, o novo dono da camisa 9. 
O atacante regatiano chutou forte e acertou o braço de Leonardo Luiz dentro da grande área. O árbitro Diego Pombo Lopez marcou a penalidade e o mesmo Marcão bateu no canto esquerdo de Saulo: 2 a 0. 
Logo na sequência, aos 44, o Treze ainda diminuiu a diferença, em cobrança de escanteio, com o zagueiro Leonardo Luiz encobrindo João Carlos em cabeceio na segunda trave.
Já os minutos finais foram de muito sufoco para o time visitante. O Treze pressionou até o apito final, tendo ao menos duas chances de marcar, mas não foi competente o bastante para igualar a disputa, com o CRB administrando o grande resultado.
FICHA TÉCNICA 
Treze: Saulo; Ferreira, Leonardo Luiz, Ítalo, Rayro; Elielton, Dedé, Johnnattan (Edinho Canutama), Tininho; Júlio Barboza (Tozin), Reinaldo Alagoano. Técnico: Oliveira Canindé.
CRB: João Carlos; Ayrton, Anderson Conceição, Flávio Boaventura, Diego; Claudinei; Everton Sena, Edson Ratinho, Rafael Bastos (Willians); Juninho Potiguar (Manoel), Marcão (Neto Baiano). Técnico: Mazola Júnior.
NM com Bruno Soriano

Nenhum comentário:

Postar um comentário