Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Em Campina Grande, CRB faz 2x1 e bate o Treze em sua estreia na Copa do Nordeste

FOTO: RAMON SMITH/TREZE-PB
Cirúrgico. Assim foi o CRB na noite deste sábado (16), em sua estreia na temporada 2018. Pela Copa do Nordeste, o Galo praiano encarou o Treze, no Estádio Ernany Sátiro, em Campina Grande. E superando a falta de ritmo de jogo, fruto de pré-temporada que teve apenas 14 dias, o time alvirrubro fez o bastante para, com o placar de 2x1, deixar o interior da Paraíba com três pontos muito importantes na luta por classificação no grupo A.
O desentrosamento esteve evidente, sobretudo no primeiro tempo, mas o CRB soube suportar a pressão do rival, graças também à bela atuação do goleiro João Carlos, o nome da partida no Amigão. 
Já no segundo tempo, seguiu preso à marcação. Porém, mesmo criando muito pouco, chegou à vitória em dois lances de bola parada, marcando aos 24 minutos, em magistral cobrança de falta do lateral Ayrton, e aos 42, quando Marcão converteu pênalti no canto esquerdo do goleiro.
Jogadores do CRB se posicionam para cruzamento na grande área
FOTO: RAMON SMITH/TREZE-PB











Agora, o renovado CRB já volta as suas atenções para outra estreia, desta vez pelo Campeonato Alagoano, domingo que vem, no Rei Pelé, onde vai receber a visita do CEO. Pelo Nordestão, o próximo compromisso será diante do Confiança-SE, no dia 1º de fevereiro, também no Trapichão.
O JOGO
O CRB não contou com o técnico Mazola Júnior, suspenso, com o volante Serginho e o meia Leílson, que ainda não foram regularizados, e com o também volante Juliano, que se recupera de lesão. Contudo, o Alvirrubro foi o primeiro a chegar com perigo, quase abrindo o placar logo com três minutos. Claudinei chutou e Rafael Bastos desviou no meio da área, obrigando o goleiro Saulo a espalmar para escanteio. 
Goleiro regatiano João Carlos foi o nome da partida no Amigão
FOTO: RAMON SMITH/TREZE-PB
O melhor momento da partida saiu aos oito minutos, quando Tininho marcou pelo Treze, mas teve o gol anulado por impedimento. A partir daí, o CRB sentiu a falta de entrosamento, dando espaço às investidas dos paraibanos. 
Já aos 26, Tininho - o nome do jogo pelo Treze - chegou com perigo e quase abriu o placar. Ele chutou forte, rente ao gramado, e viu a bola tirar tinta da baliza direita de João Carlos.
Somente aos 32 é que o CRB voltou ao ataque. O lateral Diego cobrou escanteio pela esquerda, com efeito, e viu o goleiro Saulo afastar com um soco na redonda.
E já passava dos 50 minutos quando o CRB fez o que não conseguiu construir em toda a primeira etapa. Em cobrança de falta do lateral Ayrton, o arqueiro Saulo tirou o gol com a ponta dos dedos. No escanteio, a defesa do Treze afastou, Diego pegou o rebote e mandou direto, mas Saulo colocou novamente para fora. Um minuto depois, após mais uma cobrança, foi a vez de Reinaldo Alagoano afastar a bola da meta paraibana. 
VITÓRIA NO 2º TEMPO
O segundo tempo, por sua vez, começou no mesmo ritmo. Aos 8, Tininho deu a impressão de que o Treze sairia à frente no placar, batendo escanteio bem fechado, na tentativa de gol olímpico, mas o goleiro regatiano, atento, jogou para fora.
Apostando na bola parada, o CRB conseguiu equilibrar a partida. Foi assim que conseguiu abrir o marcador. Aos 24, Ayrton sofreu falta e ele mesmo bateu, com muita categoria, acertando o ângulo superior esquerdo do goleiro Saulo, que nem se mexeu: 1 a 0.
Treze-PB 1x2 CRB
Confira os melhores momentos da partida pela Copa do Nordeste 2018
Foi quando o Treze partiu desesperado em busca do empate. Porém, quando conseguia espaço para o chute, esbarrava no paredão chamado João Carlos. 
Já aos 40, o CRB praticamente fechou o caixão do time paraibano, quando Edson Ratinho avançou pela direita e cruzou para Marcão, o novo dono da camisa 9. 
O atacante regatiano chutou forte e acertou o braço de Leonardo Luiz dentro da grande área. O árbitro Diego Pombo Lopez marcou a penalidade e o mesmo Marcão bateu no canto esquerdo de Saulo: 2 a 0. 
Logo na sequência, aos 44, o Treze ainda diminuiu a diferença, em cobrança de escanteio, com o zagueiro Leonardo Luiz encobrindo João Carlos em cabeceio na segunda trave.
Já os minutos finais foram de muito sufoco para o time visitante. O Treze pressionou até o apito final, tendo ao menos duas chances de marcar, mas não foi competente o bastante para igualar a disputa, com o CRB administrando o grande resultado.
FICHA TÉCNICA 
Treze: Saulo; Ferreira, Leonardo Luiz, Ítalo, Rayro; Elielton, Dedé, Johnnattan (Edinho Canutama), Tininho; Júlio Barboza (Tozin), Reinaldo Alagoano. Técnico: Oliveira Canindé.
CRB: João Carlos; Ayrton, Anderson Conceição, Flávio Boaventura, Diego; Claudinei; Everton Sena, Edson Ratinho, Rafael Bastos (Willians); Juninho Potiguar (Manoel), Marcão (Neto Baiano). Técnico: Mazola Júnior.
NM com Bruno Soriano

Nenhum comentário:

Postar um comentário