Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

CSA vence o São Bento-SP por 1x0 e larga à frente nas semifinais da Série C

Na noite deste domingo (1º), com gol do artilheiro Michel, o CSA derrotou o São Bento-SP fora de casa, por 1 a 0, pela primeira partida das semifinais do Campeonato Brasileiro da Série C. Com o triunfo, qualquer empate no jogo da volta, no próximo sábado, no Estádio Rei Pelé, classifica o Azulão para a grande decisão da Terceirona.
Mesmo jogando longe de sua torcida, o Azulão não se intimidou e fez o bastante para bater o time do interior paulista - que possui a defesa menos vazada da competição -, quebrando a invencibilidade dos donos da casa em Sorocaba. 
E para o duelo da volta, o técnico  azulino Flávio Araújo não poderá contar com o zagueiro Leandro Souza, que recebeu o terceiro cartão amarelo neste domingo e, portanto, terá de cumprir suspensão. Além dele, o CSA poderá não ter o meia Didira, que deixou o gramado do estádio municipal Walter Ribeiro com suspeita de lesão. 
Duelo das bolas paradas
Logo no início do jogo, as duas equipes demonstraram que não faltaria dedicação tática e vontade de vencer. Com mais volume de jogo, o São Bento insistiu em jogadas pela esquerda, no avanço do lateral Marcelo Cordeiro, enquanto o CSA buscava os contra-ataques, explorando a velocidade do atacante Edinho, que caía pela direita.
São Bento 0x1 CSA
Confira os melhores momentos da partida!
Aos 6 minutos, Everaldo foi derrubado por Dawhan na entrada da área, e o árbitro assinalou falta, que Maicon Souza bateu e mandou por cima do gol de Mota. A reposta azulina veio também em uma cobrança de falta, com Daniel Costa, que obrigou o goleiro Rodrigo Viana a espalmar para escanteio. Na sequência do tiro de canto, a bola foi alçada na área pelo próprio camisa 10 marujo, e Leandro Souza, de cabeça, quase abriu o marcador, mandando à esquerda do gol.
A grande chance do Bentão veio aos 26 minutos, quando Maicon Silva, em mais uma cobrança de falta, obrigou o goleiro Mota a espalmar a bola para o córner. Porém, com o passar do tempo, a disputa foi caindo de rendimento, com o jogo concentrado no setor de meio-campo. 
E a melhor chance da primeira etapa foi do CSA, aos 33 minutos. Daniel Costa cobrou falta na área e Celsinho, de cabeça, mandou para o gol, mas Rodrigo Viana afastou o perigo com um soco na bola. No rebote, Dawhan chutou de primeira e o goleiro do Bentão segurou a redonda, em lance de puro reflexo.
Jogo truncado e gol do artilheiro
Na segunda etapa, os dois times pareciam sentir o nervosismo - o São Bento, pela necessidade de garantir uma vitória, e o CSA pela importância de se buscar ao menos um empate fora de casa. Eram muitos os passes errados, a assim com o número de faltas. 
Ainda assim, logo aos 30 segundos de partida, o lateral Raul Diogo quase abriu  marcador, em chute forte da esquerda, vendo a bola passar perto do goleiro, assustando Rodrigo Viana. Já aos 8 minutos, o Bentão respondeu quando Eder cruzou pela direita e Caio Cezar, sozinho na pequena área, chutou em cima de Mota.
Precisando fazer valer o mando de campo, o técnico Paulo Roberto colocou Branquinho e Cassinho nos lugares de Caio Cezar e Maicon Souza, respectivamente. A meta era conferir mais velocidade ao time da casa. Entretanto, o CSA soube suportar a pressão pelos lados, fechando-se bem, apesar da dificuldade no quesito criação.
O Bentão seguiu em cima e, aos 29 minutos, quase marcou com Mateus Silva. Após bola alçada na área, o zagueiro cabeceou, livre de marcação, e a bola passou à esquerda do gol de Mota. 
Como quem não faz, leva, o CSA abriu o marcador quatro minutos depois, quando Edinho fez grande jogada pela direita, passou por três e fuzilou. O goleiro Rodrigo Viana espalmou e, no rebote, o artilheiro Michel só teve o trabalho de escorar para o fundo do gol, fazendo a festa da torcida azulina: 1x0. 
O São Bento ainda tentou esboçar uma pressão nos minutos finais, mas não conseguiu o gol de empate. 
NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA