Image Map
Image Map
Image Map

sábado, 14 de outubro de 2017

CSA vence o Fortaleza e dá importante passo rumo ao título da Série C

FOTO: ASCOM CSA
Na primeira partida da decisão do tão sonhado título inédito de campeão brasileiro da Série C, deu CSA na cabeça. O Azulão venceu o Fortaleza, por 2 a 1, neste sábado, na Arena Castelão, em Fortaleza-CE. E com o bom resultado fora de casa, o time azulino jogará pelo empate no duelo de volta, podendo também perder por até 1x0 diante de seu torcedor para levantar a taça.
Os gols do Azulão foram marcados por Michel Douglas e Pablo, este assinalado contra. O Leão diminuiu com Gabriel Pereira. A partida de volta será realizada no próximo sábado, 21, às 18 horas (de Alagoas), no Estádio Rei Pelé.
Fortaleza 1x2 CSA
Confira os melhores momentos da partida na Arena Castelão
O Castelão recebeu um público de mais de 40 mil pessoas, entre elas, torcedores do CSA, que foram à capital cearense em caravanas para empurrar a equipe azulina, perfazendo uma renda de R$ 1.287.583,00.
Como foi
O CSA começou com mais posse de bola e buscando o ataque. Mas, no contra-ataque, o Fortaleza foi com perigo e quase abriu o placar, logo aos 5 minutos, após o zagueiro Leandro Souza cometer falta em Leandro Lima. Na cobrança de Bruno Melo, o goleiro Mota saiu bem e fez grande defesa.
O Fortaleza chegou com perigo de novo aos 12 minutos. Leandro Lima invadiu a área pela esquerda, tocou a bola para Leandro Cearense, que rolou para Hiago, mas o meio-campista chutou fraco, facilitando a vida do goleiro Mota.
Já aos 24 minutos, o CSA chegou bem em cobrança de falta, após Edinho arrancar em velocidade pela direita e ser empurrado pelo zagueiro Ligger. Daniel Costa cobrou, mas viu o lateral Bruno Melo fazer o corte. 
E o Leão respondeu aos 26 minutos, quando Pablo invadiu a área pela direita, tentou servir Leandro Cearense, mas o goleiro azulino, mais uma vez, afastou o perigo.
O CSA não se intimidava, equilibrando as ações. Aos 28 minutos, foi a vez de Marcos Antônio receber passe de Daniel Costa e arriscar o chute de longe. A bola passou à esquerda do gol de Marcelo Boeck.
Outra boa chance do CSA veio aos 36 minutos. Daniel Costa lançou a bola na área, acionando o atacante Michel Douglas, mas Felipe conseguiu interceptar, dando um bico na bola e livrando o perigo.
O CSA insistia e acabou premiado aos 40 minutos. Daniel Costa lançou para Dawhan, que cruzou na cabeça de Michel Douglas. O atacante azulino só teve o trabalho de, no segundo pau, tocar de cabeça para o fundo das redes, silenciando a torcida do Leão: 1 a 0.
Porém, o Fortaleza ainda respondeu pouco depois, aos 41 minutos, quando Jô recebeu cara a cara com Mota, mas viu o goleiro azulino fazer grande defesa. No rebote, o atacante tricolor pegou de primeira e Mota, de novo, salvou o Azulão, quando o árbitro assistente já assinalava impedimento.
Etapa final
O segundo tempo começou com os dois times errando muitos passes no setor de meio-campo. Mas, logo com dois minutos de bola rolando, quem chegou foi o CSA. Daniel Costa levantou a bola para Edinho, que tentou passar a bola por cima do goleiro Marcelo Boeck, mas mandou para fora. 
Aos 6 minutos, Leandro Lima tocou para Jô, que chutou rasteiro, nas mãos do goleiro Mota. E aos 10 minutos, o Fortaleza voltou a assustar, e novamente com Jô, que fugiu da marcação pela esquerda e levantou a bola na área. Leandro Lima tocou, mas a redonda foi por cima do gol de Mota.
O CSA seguia recuado, enquanto o Fortaleza, pressionado por sua torcida, partiu com tudo para cima do Azulão, em busca do gol de empate. E apesar da pressão do Fortaleza, quem fez o gol foi o CSA. Após a enfiada perfeita de Edinho pelo lado direito de ataque, Michel Douglas não chegou e quem apareceu foi Pablo para cortar, tocando contra a própria meta, aos 17 minutos. Era o segundo gol azulino: 2 a 0.
O Fortaleza seguiu tentando a reação, permanecendo no ataque. Aos 26 minutos, Ronny deu um lindo passe para Felipe. O lateral chutou forte, mas a bola desviou e foi para escanteio. 
Só dava Leão, com o time do Mutange segurando as investidas dos donos da casa. E aos 32 minutos, foi a vez de o Fortaleza acertar a trave. Paulo Sérgio recebeu dentro da área e a bola escapou. Na sequência, sem ângulo, o atacante arriscou para o gol, que estava sem goleiro, mas a redonda explodiu no poste esquerdo.
A resposta do Azulão veio aos 36 minutos, quando Rosinei mandou para Gustavo, que chutou de primeira, de frente para o gol, e viu Marcelo Boeck fazer uma grande defesa, desperdiçando o que seria o terceiro gol azulino
Já no finzinho do jogo, o Fortaleza acabou recompensado. Aos 43 minutos, após boa jogada de contra-ataque, o Leão conseguiu diminuir o placar, quando Ronny deu passe para Gabriel Pereira, que chutou cruzado e viu a bola desviar em Cristiano, "matando" o goleiro Mota: 2 a 1.
O árbitro deu 4 minutos de acréscimo, mas já não havia mais tempo para nada, com o CSA garantindo uma boa vantagem para o jogo de volta, em Maceió.
Fortaleza - Marcelo Boeck; Felipe, Edimar, Ligger e Bruno Melo; Anderson Uchôa, Leandro Lima, Pablo e Jô (Gabriel Pereira); Hiago (Ronny) e Leandro Cearense (Paulo Sérgio). Técnico: Antônio Carlos Zago.
CSA - Mota; Dick, Leandro Souza, Cristiano e Rafinha; Dawhan, Boquita, Marcos Antonio (Rosinei), Daniel Costa (Didira) e Edinho (Gustavo); Michel Douglas. Técnico: Flávio Araújo.
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA