Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

A três pontos do Z4, Marcos Barbosa garante: "CRB não cai"

A três pontos do Z4, o CRB tenta, na próxima sexta-feira (27), reencontrar-se com a vitória para se afastar da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. E apesar da má fase na competição, o presidente regatiano Marcos Barbosa, em entrevista nesta terça-feira (24) à Rádio Correio, garantiu que o CRB "não vai cair". 
O mandatário alvirrubro assegurou também que não existe qualquer chance de renunciar ao posto de presidente - possibilidade que chegou a ser "ventilada" nos último dias, em razão do jejum de vitórias.

De acordo com o presidente do Galo, todo o time está focando em garantir a permanência na Série B em 2018. Ele explica que vem conversando pessoalmente com cada atleta, garantindo-lhes apoio e confiança na capacidade do elenco em vencer os próximos jogos. 
"Conversei por mais de uma hora com todo o elenco na última segunda-feira. O CRB não cai e segue na Série B do Brasileirão no ano que vem. Tenho certeza disso, com fé em Deus. A gente vem conversando com todos os jogadores, mostrando que, quando eles chegaram ao clube, a torcida deu todo o apoio que se esperava. Agora, eles precisam responder em campo. Estamos trabalhando firme para já conseguirmos uma vitória no jogo contra o Figueirense [em Santa Catarina], na próxima sexta-feira", afirmou. 
E apesar de o ano de 2017 ainda não ter findado, Marcos Barbosa garantiu que vai montar um elenco competitivo para 2018, sem, contudo, revelar se jogadores criticados também vão permanecer no plantel. "Vamos montar um time competitivo para o ano que vem", resumiu, acrescentando que o apoio da torcida será fundamental nesta reta final de Série B, restando sete jogos para o término do certame.
"A torcida regatiana é grande e sabe apoiar o time em todos os momentos, a exemplo do que ocorreu nos últimos jogos em Maceió. Estamos fazendo tudo o que é possível e está ao nosso alcance. Por isso, qualquer manifestação de apoio do torcedor será fundamental", emendou Barbosa, revelando que deixara de dar entrevistas nos últimos dias após ter sido atacado por alguns torcedores nas redes sociais. 
"Eu aceito críticas à minha gestão, mas não posso permitir que ataquem meus pais, minha honra e meus filhos. É inaceitável. É por isso que deixei de falar na imprensa. Mas aqui estou para reforçar o meu compromisso com o CRB. O Galo não vai cair. Tenham certeza disso".
Jogo de 11 x 11
Na oportunidade, o presidente alvirrubro garantiu, ainda, que uma alteração na programação para o jogo contra o Internacional, em Porto Alegre, vai beneficiar o grupo de jogadores, a fim de que todos estejam em plenas condições de encarar um dos favoritos ao acesso e, quiçá, obter nova vitória sobre o Colorado. "Vamos fazer este esforço a mais para que o CRB, chegando um dia antes, faça um jogo de 11 contra 11. Não vamos nos acovardar. Este investimento é meu, é pessoal.Tudo o que é possível está sendo feito pela diretoria", reforçou.
Vai renunciar? 
E Marcos Barbosa fez questão de deixar claro que não vai renunciar à presidência do CRB. "Isso é coisa plantada por pessoas que querem o mal do CRB. Não renunciaria. Sou presidente do CRB até o dia 30 de dezembro de 2018, e peço que a torcida confie em mim". 
"Tem que jogar"
Ao final da entrevista, Marcos Barbosa também enfatizou que, apesar das dificuldades, o clube vem mantendo a folha salarial em dia, pagando todos os compromissos até o dia 10 de cada mês. "Nenhum jogador pode abrir a boca para dizer que tem sequer R$ 0,10 para receber do Clube de Regatas Brasil", salientou Barbosa, reforçando não haver motivo para a queda de rendimento observada nas últimas partidas. 
NM com Jonathas Maresia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA