Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 24 de setembro de 2017

Missa vai marcar os 65 anos do ASA nesta segunda-feira

O ASA comemora 65 anos nesta segunda-feira. Na verdade não há muito o que festejar, pois o clube acaba de ser rebaixado para a quarta divisão do Campeonato Brasileiro. Apesar disso, a data não vai passar em branco porque uma missa está marcada para as 19h30 de amanhã (segunda), na Igreja Matriz de Santo Antônio, situada no bairro Cacimbinhas.
Mesmo diante da tristeza pelo rebaixamento para a Série D, o Gigante acumula, ao longo de sua história, sete títulos estaduais, a Copa Alagipe e os vice-campeonatos da Série C de 2009 e Copa do Nordeste de 2013. Torcedores, funcionários e jogadores estão convidados para esta solenidade.
Breve histórico
No ano de 1951, o prefeito de Arapiraca era o dr. Coaracy da Mata Fonseca. A cidade começava a progredir. A empresa Camilo Colier construía a estrada de ferro, exigindo grande mão-de-obra do povo arapiraquense.
Nos dias de folga, os trabalhadores procuravam o futebol como forma de lazer. E requisitaram aos donos da Camilo Colier a criação de um campo de futebol. O primeiro time formado pelos funcionários foi nomeado Ferroviário e apresentava as cores preto e branco.
Radialista Nelson Filho é o atual presidente do Gigante 
FOTO: REPRODUÇÃO/TV GAZETA
O ponto de encontro dos arapiraquenses nas tardes de domingo passou então a ser o Campo da Estação. Com a conclusão da estrada de ferro, o Ferroviário foi desativado. Inconformados com o fim do futebol na cidade, empresários e autoridades reuniram-se e, no dia 25 de setembro de 1952, a Associação Sportiva de Arapiraca era fundada, tendo como primeiro presidente o Sr. Antônio Pereira Rocha.
Em 1977 o ASA passa a chamar-se Agremiação Sportiva Arapiraquense.
A destacar em 2017
O ASA começou bem a temporada 2017 ao obter a classificação fora de casa contra a Ferroviária (SP) na primeira fase da Copa do Brasil, com gol marcado por Leandro Kivel. Na segunda fase novamente o ASA conseguiu um ótimo resultado jogando longe de seus domínios e conseguiu se classificar batendo o Coritiba por 2 a 0, em pleno Estádio Couto Pereira, com gols de Leandro Kível de falta e do zagueiro Eron. Na terceira fase da competição o time alvinegro fez sua estreia em casa enfrentando o Paraná Clube, numa partida que terminou 0 a 0, mesmo placar do jogo de volta, o que acabou levando a decisão da vaga para os pênaltis. A equipe paranaense foi mais eficiente nas cobranças e conseguiu se classificar. O ASA foi eliminado da competição de forma invicta.
Com 18 gols, Leandro Kível foi o principal artilheiro do Fantasma de Alagoas em 2017
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS












No Campeonato Alagoano o Gigante foi até às semifinais, sendo eliminado pelo CSA. E a queda veio no Campeonato Brasileiro, pois em 18 partidas teve o aproveitamento de apenas 24%, resultado de duas vitórias, sete empates e nove derrotas. O rebaixamento foi confirmado no dia 1º deste mês de setembro, no empate por 0x0 contra o Botafogo-PB em João Pessoa.
Nm com Francisco Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA