Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

ASA deixa a Série C com aproveitamento de apenas 24% em 18 partidas disputadas

Aproveitamento de apenas 24% em 18 partidas disputadas. Esta foi a pífia campanha do ASA na Série C do Campeonato Brasileiro, que culminou com o rebaixamento para a Série D em 2018. E o jogo de despedida foi melancólico, pois, o Gigante voltou a perder em casa, desta vez para o Confiança, por 2x1.
Após permanecer na Série B por quatro temporadas - de 2010 a 2013 -, o ASA retornou para a Série C em 2014 e, neste ano, quase caiu para a quarta divisão do futebol brasileiro. Porém, recuperou-se nas temporadas seguintes porque foi para o mata-mata em 2015, sendo eliminado pelo Tupi, e voltou a repetir o feito em 2016, quando foi eliminado pelo Guarani.
Em 18 partidas, o ASA só obteve duas vitórias. Foram, ainda, sete empates e nove derrotas. O Gigante fez 11 gols e sofreu 23, registrando um déficit de 12 gols.
O meia-atacante Djalma, um dos que permaneceram no elenco até o fim, falou sobre a temporada do ASA:
- Só tenho de agradecer e pedir desculpas à torcida. Afinal, a imagem do jogador também fica manchada porque ninguém quer descenso no seu currículo. Apesar de tudo, cada um procurou dar o seu melhor. Infelizmente, os resultados não vieram, apesar de termos contato com o apoio da diretoria e da torcida.
Para a temporada 2018, em princípio, só devem seguir no ASA os jogadores da base. Uma reunião deve ocorrer, até esta terça-feira (12), para tratar do planejamento para a próxima temporada.
NM com Francisco Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA