Image Map
Image Map
Image Map

sábado, 19 de agosto de 2017

No Batistão, CSA é derrotado pelo Confiança por 2 a 0

FOTO: LAYS ROCHA
Jogando em Aracaju-SE, na tarde deste sábado, 19, o CSA não conseguiu superar o Confiança e acabou saindo de campo com a derrota por 2 a 0, em partida válida pela 15ª rodada da Série C. Com esse resultado, o Azulão do Mutange perdeu a chance de garantir a classificação antecipada para a próxima fase da competição e, ainda, perdeu a sequência de 11 jogos sem derrotas.
Irreconhecível, na maior parte do jogo, o CSA não conseguia se encontrar. Até tentava, nos contra ataques, mas na hora de finalizar não tinha sucesso. O Azulão segue com 27 pontos na tabela, ainda na liderança do Grupo A, mas pode perder essa posição ao final dessa rodada. Já o Confiança deixou a zona de rebaixamento, e passa a somar 16 pontos. Os gols do Confiança foram assinalados por Tito, de pênalti, e por Álvaro, ambos no 1º tempo de jogo.
Na próxima rodada, o CSA pega o Fortaleza, domingo, 27, no Castelão, às 19h15. E o Confiança enfrenta o Botafogo-PB, no mesmo dia, no Almeidão, às 16 horas.
O jogo
No primeiro tempo, até que o Azulão começou bem. Após cobrança de falta de Daniel Costa, logo no 1º minuto de bola rolando, Leandro Souza cabeceou, mas o goleiro Genivaldo fez boa defesa, evitando o que seria o gol do CSA. Aos cinco minutos, de novo uma falta cobrada por Daniel Costa, mas ele mandou a bola muito alta e com muita força e ela passou por cima da trave.
Aos 12 minutos, novamente o Azulão tentou. Edinho mandou a bola na área, obrigando o goleiro Genivaldo a pular com estilo e mandá-la para longe.
O Confiança passou a marcar mais o CSA, enquanto o Azulão se precavia. E aos 21 minutos veio o lance que originou o primeiro gol do time proletário: uma penalidade de Leandro Souza em cima de Álvaro, marcada pelo árbitro Douglas Marques das Flores (CBF-SP). Aos 22 minutos, Tito cobrou, chutando forte e com precisão e guardou: 1x0.
Após o primeiro gol o técnico azulino, Ney da Matta, fez logo duas substituições em sua equipe: tirou Rosinei e colocou Gustavinho; e tirou Dick para a entrada de Celsinho.
Aos 25 minutos, o CSA quase chegou ao empate, em cobrança de falta de Daniel Costa. O Confiança respondeu aos 28 minutos, mandando uma bola na trave, mas o lance já havia sido impedido pela arbitragem. Mas aos 33 minutos, o Confiança chegou ao segundo gol, com Álvaro. Após falha de Boquita, ele mandou um balaço, sem chance para o goleiro Mota, e ampliou a vantagem: 2x0.
No finalzinho da primeira etapa, já nos acréscimos, aos 51 minutos, o CSA perdeu um gol incrível, com Gustavinho, de frente para o goleiro, o que poderia dar uma outra postura à equipe na partida.
No segundo tempo, o CSA ainda tentou em algumas oportunidades, criou algumas chances, mas parecia nervoso, fazendo uma apresentação muito aquém para um líder de competição, e sempre que chegava às finalizações esbarrava nas boas intervenções do goleiro Genivaldo.
Aos 15 minutos, o CSA foi no contra-ataque, Gustavinho lançou para Michel e ele se enrolou todo e acabou se jogando na área. O time sergipano respondeu aos 17 minutos,  após contra-ataque, mas Jorge Fellipe interceptou a jogada adversária e afastou o perigo. Também aos 17 minutos, Ney da Matta gastou a sua última substituição. Colocou Didira no lugar de Boquita, mas nenhuma mudança surtiu efeito e o Azulão, nervoso, se atrapalhava todo na hora de finalizar.
Aos 35 minutos, foi a vez de o Confiança chegar. Felipe Cordeiro, de frente para o gol mandou a bola à meia altura, no canto direito, e o goleiro Mota espalmou, livrando o perigo.
A essa altura, com o CSA batido, o Confiança ainda teve nova oportunidade para chegar ao terceiro gol com o armador Rafael Villa. Mas o goleiro Mota praticou defesa parcial e o zagueiro Leandro Souza mandou a bola para fora de sua área com uma bicicleta.
No fim, justa vitória para um time que luta contra o rebaixamento.
NM com Francisco Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA