Image Map
Image Map
Image Map

sábado, 19 de agosto de 2017

CRB faz 2x0, mas permite reação e só empata com o Luverdense no Rei Pelé

FOTO: AILTON CRUZ
O CRB voltou a campo na tarde deste sábado (19) e teve um início arrasador no Rei Pelé, onde recebeu a visita do Luverdense, pela 21ª rodada da Série B do Brasileiro. Abriu dois a zero com gols do atacante Neto Baiano, mas caiu de produção ainda na primeira etapa e viu o time matogrossense chegar ao empate aos 35 minutos do segundo tempo, desperdiçando dois valiosos pontos na briga para alcançar o G4.
Com o resultado, o Galo perdeu uma posição. Agora, é o 11º colocado, ainda com 29 pontos, já voltando suas atenções para o próximo compromisso, sábado que vem, contra o Santa Cruz, no Arruda. 
Para este jogo, o treinador regatiano não poderá contar com o volante Danilo Pires, que, mesmo depois de substituído, tomou o terceiro amarelo por reclamação e, por isso, terá de cumprir suspensão automática.
O Luverdense, por sua vez, foi a 24 pontos e assumiu a 16ª posição, deixando a zona de rebaixamento. Seu próximo adversário será o Londrina-PR, também no sábado (26), no Estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde-MT.
Neto Baiano arrasador

Atacante Neto Baiano marcou com apenas 45 segundos de jogo
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

Mal a bola rolou e o Galo já foi abrindo o placar. Com 35 segundos de jogo, o volante Danilo Pires fez desarme, aproveitando vacilo em recuo de bola, e viu a redonda sobrar para o atacante Neto Baiano, que chutou rasteiro da entrada da área, acertando o canto direito do goleiro Diogo: 1x0.
O CRB cresceu com o gol. Dominava as ações, tendo criado mais duas oportunidades antes de confirmar o segundo, aos 32 minutos, quando Edson Ratinho cruzou da direita e Neto Baiano subiu mais alto que o marcador. De cabeça, o artilheiro regatiano acertou o canto esquerdo de Diogo, deslocando o goleiro: 2x0.
Mas o Galo relaxou com a boa vantagem e viu o Luverdense diminuir aos 38, quando o zagueiro William aproveitou cobrança de falta e testou sem chance para Edson Kölln, acertando o canto esquerdo do goleiro regatiano: 2x1.

Neto Baiano sobe para marcar o segundo gol do Galo no Trapichão
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

Vacilo e gol no final
Dado Cavalcanti manteve o time para o segundo tempo, mas o LEC foi quem retornou mais disposto, anulando o time da casa. Aos 15, quase deixou tudo igual em jogada pela esquerda com Paulinho, que foi desarmado na entrada da área. Na cobrança do escanteio, o zagueiro Pablo cabeceou com perigo, vendo a bola passa raspando o poste direito.
Somente aos 22 é que o treinador alvirrubro processou sua primeira mudança, com Tony entrando no lugar de Elvis. Já aos 28 minutos, foi a vez de Ratinho dar lugar a Erick Salles. Mas o time da casa seguiu apático, sem poder de reação, e o Luverdense acabou premiado já aos 36.

CRB 2x2 Luverdense
Confira os gols e melhores momentos da partida!
Após cobrança de escanteio pela esquerda, Rafael Silva desviou de cabeça no primeiro pau e, na sequência, o também atacante Rafael Ratão só teve o trabalho de completar para o gol vazio, embaixo da barra: 2x2.
Um minuto depois, foi a vez de o meia João Paulo substituir o volante Danilo Pires. Porém, o Galo seguiu preso à marcação e não conseguiu buscar a vitória no final, desperdiçando sua melhor chance em todo o segundo tempo aos 45 minutos, quando a zaga cortou cruzamento e Neto Baiano pegou a sobra, finalizando para grande defesa do goleiro Diogo.
NM com Bruno Soriano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA