Image Map
Image Map
Image Map

sábado, 1 de julho de 2017

Caso Sub-20: Jogo com placar de 17 a 0 vai a julgamento na próxima semana

FOTO: JOTA RUFINO
Após ser suspenso por suspeita de manipulação de resultado, o Campeonato Alagoano Sub-20 volta a ser notícia. É que a polêmica partida entre Sete de Setembro e Flamengo, que terminou com o placar de 17x0 para o time do Tabuleiro do Martins, vai a julgamento, na próxima semana, no Tribunal de Justiça Desportiva de Alagoas (TJD-AL), havendo a possibilidade de o jogo ser anulado, o que mudaria a classificação dos clubes que disputam o certame.
De acordo com o secretário-geral do TJD, Osvaldo Júnior, goleiro, técnico e presidente do Flamengo foram denunciados e, por isso, podem ser multados, havendo, ainda, a possibilidade de o colegiado anular a partida realizada no último dia 13 de maio, no Estádio Batistão, em Maceió.
O secretário reforçou que o resultado levantou suspeita porque a sonora goleada beneficiou o Sete de Setembro em termos de classificação. "Pelos artigos tipificados, eles [técnico, presidente e jogador] podem ser suspensos, além de multados. E se mantido este entendimento, o tribunal poderá decidir pela anulação do jogo", explicou.

Secretário do TJD falou das possíveis condenações
FOTO: PAULO LIRA/BLOG NOTÍCIA NA MIRA
Perguntado sobre a possibilidade de haver punição para as equipes, Osvaldo disse que a exclusão do campeonato, por exemplo, é pouco provável, "ao menos de início". "Como ainda não houve denúncia, isso não pode acontecer, pois, o que está sendo analisado é a anulação da partida. Pode ser que, ao final do julgamento, se caracterizada a culpabilidade deles [dos times], a procuradoria resolva denunciá-los. Contudo, provavelmente, isso não aconteça", comentou.
Entenda
A polêmica teve início após o Sete de Setembro chegar à última rodada da fase de classificação precisando vencer por mais de 14 gols de diferença para seguir às quartas de final do campeonato. Porém, a equipe foi além e venceu o Flamengo por 17 a 0.
De acordo com a súmula da partida, todos os gols foram marcados no primeiro tempo, sendo que 11 deles saíram em apenas 22 minutos de confronto. E somente com o placar bastante confortável é que o Sete garantiria a segunda colocação de seu grupo, com 15 pontos e saldo de 21 gols, eliminando o Jaciobá.
O clube prejudicado - neste caso, o Jaciobá - chegou a dizer que levaria o episódio, inclusive, ao Ministério Público Estadual. À época, o presidente do Jaciobá também denunciou que o mandante da partida teria dificultado o trabalho da empresa que contratara para filmar o jogo no estádio do Sete, mostrando-se surpreso "com nove gols marcados em apenas quatorze minutos".
NM com Gazetaweb.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA SOLIDÁRIO