Image Map
Image Map
Image Map

sábado, 29 de julho de 2017

ASA perde para o Sampaio por 1x0 e cai para último lugar em seu grupo na Série C

FOTO: LUCAS ALMEIDA/L17 COMUNICAÇÃO
Com informações de Fernanda Medeiros
Buscando a reação no Campeonato Brasileiro da Série C, onde era o vice-lanterna, com apenas 11 pontos, no Grupo A, o ASA precisava mais do que nunca de uma vitória, mas decepcionou e amargou mais uma derrota, desta vez para o Sampaio Corrêa, por 1 a 0, neste sábado. O jogo foi disputado às 17 horas, no Estádio Castelão, em São Luís-MA, válido pela 12ª rodada da competição. O gol da "Bolívia Querida" foi assinalado pelo atacante Felipe Marques, no segundo tempo.
Um detalhe curioso e cheio de superstição: fora e dentro do Castelão havia sal grosso espalhado por toda a parte, colocado pela torcida do Sampaio, que também benzeu o estádio, a fim de afastar a maré de azar do time que não tinha vencido jogando no Gigante do Outeiro desde os 2 a 1 contra o Moto Club, ainda na primeira rodada da Série C. E deu certo.
Com esse resultado, o Alvinegro continua com 11 pontos e desce, ao menos por enquanto, para a lanterna; enquanto o Sampaio, passa a somar 19 pontos, ficando na terceira colocação.
O próximo duelo do time alvinegro será no dia 5 de agosto (sábado), às 21h, contra o Fortaleza, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. E o Sampaio Corrêa pega o Cuiabá no dia 6 (domingo), na Arena Pantanal, às 19 horas.
O jogo
Na etapa inicial, o jogo foi fraco e sem lances de grandes emoções, com o Sampaio jogando em cima dos erros do Alvinegro. Este, por sua vez, não conseguia se encontrar e fez um primeiro tempo decepcionante, muito abaixo das expectativas. O Alvinegro não conseguiu produzir nada em termos ofensivos nessa primeira etapa.
Para se ter uma ideia do drama do ASA, o primeiro e único contra-ataque do time alvinegro no tempo inicial aconteceu aos 39 minutos, quando Jhullian recebeu a bola, mas desperdiçou a chance porque César Sampaio conseguiu recuperar a redonda. A "Bolívia Querida" pressionava e deu a resposta aos 40 minutos. Após a bola bater na trave, Marlon chutou firme, mas o goleiro Carlão defendeu, como por um milagre, evitando o que seria o gol do Sampaio. E o placar não saiu do zero a zero.
No segundo tempo, o ASA parecia ter voltado melhor para o jogo, mas foi o Sampaio Corrêa que abriu o placar, aos 12 minutos. Após jogada de contra-ataque iniciada por Hiltinho, a zaga do Alvinegro deu vacilo, toda aberta, e Felipe Marques colocou no canto direito do gol de Carlão: 1 a 0. Detalhe que na origem do gol do Sampaio o ASA desperdiçou cobrança de escanteio, a exemplo do que houve contra o Remo.
Aos 19 minutos, outra boa chance foi criada pelo Sampaio, mas foi desperdiçada pelo atacante Isac, pois ele pegou muito embaixo da bola no momento da finalização. Enquanto isso, o ASA seguia jogando muito mal. Tentava chegar ao gol por meio das jogadas de bolas paradas, mas sem sucesso. Continuava desorganizado e tentava na base do desespero. Já o Sampaio passou a jogar todo fechado, se precavendo.
Aos 39 minutos, quase outro gol do Sampaio, e novamente com Felipe Marques. A bola ia entrando no canto direito, mas o goleiro Carlão voltou a praticar grande defesa, para alívio do Alvinegro. O ASA respondeu através de uma jogada de bola parada, aos 41 minutos. O zagueiro Maracás derrubou o volante Leanderson na entrada de sua área, o lateral Everton foi para a cobrança da falta e o goleiro Alex Alves agarrou sem direito a rebote.
E, aos 49 minutos, sem haver tempo para mais nada, o jogo terminou mesmo com a vitória do time maranhense sobre a equipe alagoana.
NM com Francisco Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA