Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

sábado, 17 de junho de 2017

Árbitro de vídeo ainda não tem data para 'estrear' no Campeonato Brasileiro

O chamado "árbitro de vídeo" foi acionado cinco vezes na primeira rodada da Copa das Confederações, e serviu para rever a marcação de três gols. Por aqui, no mesmo fim de semana, quatro jogos do Campeonato Brasileiro tiveram erros de arbitragem em lances de gol, mas sem o auxílio do monitor prevaleceu a decisão (equivocada) dos homens do apito.
Por ora, a tecnologia só foi usada uma vez em partidas oficiais no Brasil. Foi no primeiro jogo da final do Campeonato Pernambucano, no mês passado, entre Sport e Salgueiro. Na ocasião, o árbitro José Washington da Silva solicitou o auxílio das imagens em um único lance - um pênalti marcado nos acréscimos.

A CBF confirmou nesta segunda-feira ao Estado que o árbitro de vídeo será usado também no jogo de volta em Pernambuco, no próximo dia 28. "O árbitro de vídeo chegará ao Brasileirão, pois é o principal campeonato do País, mas todos os passos devem ser dados de acordo com o protocolo aprovado junto à Fifa", afirmou Sérgio Corrêa, coordenador do projeto no Brasil.

Na rodada do final de semana, pelos menos dois equívocos de arbitragem tiveram grande potencial para poder mudar a tabela de classificação. O clássico Fla-Flu terminou empatado por 2 a 2 com o primeiro gol do Flamengo tendo sido validado em lance de impedimento.No empate sem gols do Corinthians com o Coritiba, em Curitiba, Jô marcou o que poderia ter sido o gol da vitória aos 42 do segundo tempo. 

Mas o gol corintiano foi invalidado por marcação de impedimento que as imagens mostraram não existir - o lance foi rápido e o auxiliar se equivocou.Jô eximiu o trio de arbitragem pelo erro, mas questionou a ausência do uso do monitor. "Se pode ser usado o vídeo no futebol, por que não usar? Em alguns jogos usam, em outros não", comentou. Ele lembrou que foi prejudicado também na partida diante do Cruzeiro, pela sétima rodada - apesar do erro, o Corinthians venceu por 1 a 0.

NM com Odia

Nenhum comentário:

Postar um comentário