Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 30 de abril de 2017

Para o Brasileiro da Série C, ASA deve se reforçar em todos os setores do time

Fora das finais do Campeonato Alagoano, o ASA vai agora para duas semanas de preparação visando estreia no Campeonato Brasileiro da Série C, que se dará no dia 14 de maio (domingo), às 16h, no Estádio Rei Pelé, contra o CSA.
Este período, uma espécie de inter-temporada, serve também para a diretoria alvinegra reestruturar o elenco. Afinal, o clube vai se reforçar visando ficar mais competitivo do que o que foi no Estadual.
Todos os setores da equipe devem ser contemplados. Quem admitiu já ter conversa com os dirigentes é o atacante Klenisson. Neste início de ano o atleta estava no futebol paulista.
Porém, nomes que estão na região estariam ganhando força para trabalhar com o técnico Maurílio Silva. Um deles é o lateral-direito Paulo Sérgio, do Murici. Ainda para esta posição, Tiago Baiano, que disputou o Mineiro pelo Uberlândia, pode retornar a Arapiraca. Ele defendeu o ASA em 2014. Com isso vai ser fortalecendo a probabilidade de Ceará não ficar. Seu contrato inclusive se encerrou nesse domingo. Seria o primeiro nome de uma suposta lista de dispensas para a sequência da temporada 2017.
Quem também está encerrando contrato mas pode permanecer é o volante Mazinho e o atacante Tiago Souza. Depende de uma conversa entre a diretoria e o empresário destes atletas. O atacante Leandro Kível segue com vínculo com o Gigante, mas é especulado em outros clubes. Jogador foi o principal destaque do ASA nestes primeiros meses do ano, tanto no Alagoano quanto na Copa do Brasil. Ao todo marcou 12 gols, sendo dez no primeiro e dois no segundo campeonato.
Ainda sobre a região Nordeste, o ASA estaria interessado em alguns jogadores do Itabaiana (SE), uma das sensações na última edição da Copa do Nordeste. Os profissionais seriam o goleiro Genivaldo, volante Hércules e meia Chapinha.
Copa do Brasil: 10ª vez seguida
Ao vencer o Murici por 3x0 no sábado passado, em Arapiraca,  o ASA confirmou a classificação para a Copa do Brasil 2018. Será a décima participação consecutiva do Fantasma de Alagoas na competição nacional, pois desde 2009 o time arapiraquense não fica fora desse campeonato. Além disso, será a décima quinta vez na história que o ASA irá disputar esta competição.
A estreia alvinegra na Copa do Brasil foi em 2001, quando enfrentou o Vitória-BA. Após duas derrotas por 2x1 em Arapiraca e Salvador, o ASA foi eliminado na primeira fase da competição. Aliás, o clube baiano é a equipe que o ASA mais enfrentou na competição: três vezes. Em 2001 foi eliminado na primeira fase, em 2009 conseguiu dois empates, mas foi eliminado em Salvador nos pênaltis e em 2015 o Gigante eliminou o Vitória, após dois empates, 1x1 em Arapiraca e 2x2 em Salvador.
O grande feito do ASA na Copa do Brasil foi em 2002, quando eliminou o Palmeiras ainda na primeira fase. Em Arapiraca o Gigante venceu o Verdão por 1x 0, gol de Sandro Goiano. No jogo da volta, em São Paulo, uma derrota por 2x1 classificou o Glorioso para a segunda fase pelo critério do gol marcado fora de casa.
NM com Francisco Cardoso Com informações do site do ASA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA SOLIDÁRIO