Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Léo Condé diz que conquista premiou quem foi mais competente nos jogos finais


O treinador Léo Condé disse que seu time foi mais competente nos dois jogos das finais e, por isso, merecedor da conquista do tricampeonato alagoano, na tarde deste domingo. Afinal, foram duas vitórias do Galo: 1x0 e 3x2. À imprensa, ainda no Rei Pelé, o palco da decisão, Condé também brincou com o resultado.
- O último tricampeonato do CRB foi quando eu nasci, em 1978. Acho que já estou bem velhinho. Mas o fato é que é uma satisfação muito grande participar desta história.
Ainda sobre a conquista regatiana, Léo Condé disse que o time alvirrubro "cresceu muito na competição a partir do hexagonal". "Repito que conseguimos ser competentes nos dois jogos, e o adversário valorizou muito a nossa conquista", emendou.
Sobre a Série B, cuja estreia já é nesta sexta-feira, às 19h15, no Estádio Rei Pelé, contra o Ceará, o comandante regatiano lembrou que o CRB fez uma campanha brilhante no ano passado, ficando na parte de cima da tabela. Ele reforça que meta é estrear bem em 2017.
Já quanto a reforços, Condé despistou:
- Estamos conversando sobre mais contratações, mas o foco maior era para esta final, esta conquista.
Até aqui, para o Campeonato Brasileiro, o CRB já contratou dois jogadores: os meias Elvis e Rodolfo.
Em defesa do técnico
O presidente Marcos Barbosa, por sua vez, também falou à Rádio Gazeta sobre a conquista, lembrando que a direção foi alvo de críticas, pedindo a "cabeça" do treinador quando o Galo foi eliminado nas copas do Nordeste e do Brasil. Segundo ele, Condé será o treinador do Galo no Brasileiro.
- Não se tira treinador por causa de uma derrota ou empate. Primeiramente, é preciso que se dê oportunidade para trabalhar. Nós conhecemos o trabalho do Léo [Condé] e ele será o nosso treinador.

Jogadores e comissão técnica comemoram 1º gol do jogo deste domingo
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS




























E já projetando 2018, Barbosa destacou que a próxima edição da Copa do Brasil vai ofertar R$ 800 mil aos clubes participantes logo na primeira rodada, prometendo um time forte também para a disputa da Copa do Nordeste.
- Será o último ano do meu mandato e quero me despedir com mais conquistas. E quem me suceder também vai precisar ser forte, para que esta fase de títulos prossiga.
NM com Francisco Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA SOLIDÁRIO