Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Jogadores regatianos definem título como conquista da superação

FOTO: AILTON CRUZ
Conquista da superação. Esta foi a definição encontrada por jogadores do Galo para a nova vitória sobre o CSA neste domingo, quando o CRB levantou a taça de campeão estadual. Sobre o 30º título, o volante Yuri, por exemplo, também destacou o fato de o clube diminuir a diferença para o maior rival, que tem 37.
-  Esse tricampeonato é o da superação porque sofremos muitas críticas no início do campeonato. O grupo soube absorver e dar a volta por cima. Agora é crescer ainda mais. Queremos ver no mínimo dez mil pessoas aqui no Rei Pelé, na próxima sexta-feira, para celebrarmos o título em nossa estreia na Série B.
O goleiro Juliano, por sua vez, comungou da opinião de Yuri, reconhecendo que sua equipe oscilou no campeonato, mas que não se deixou abater após duas eliminações, na Copa do Brasil e Copa do Nordeste.
- Hoje, a única coisa a lamentar é não podermos contar com nossa torcida no estádio, mas acredito que ela vai nos recompensar na próxima sexta-feira.
Já o zagueiro Audálio provocou o maior rival ao dizer que este é o quarto título que ele obtém sobre o CSA.
- O time representou a torcida, que não pôde se fazer presente. Agora, vamos comemorar com ela quando deixarmos o estádio.
Já o lateral-esquerdo Diego destacou a "alegria de fazer parte de um grupo que sabe o que quer e que é muito bom". "Vamos comemorar no máximo até segunda-feira porque, a partir de terça-feira, o foco já será a Série B. E vou fazer de tudo para levar o CRB à Série A", disse.
A torcida regatiana, que não teve acesso ao estádio devido à decisão judicial que determinou torcida única nos jogos entre CSA e CRB em 2017, concentrou-se no Jaraguá Tênis Clube para ver o jogo através da TV Gazeta e, ao final, soltar o grito de tricampeão.

NM com Francisco Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA SOLIDÁRIO