Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 24 de maio de 2017

ESPECIAL COPA NE : Cinco fatos que mostram que o Sport pode bater o Bahia na final do Nordestão

 NM com Clara Mello

Para soltar o grito de "é campeão" e mostrar quem manda no Nordeste, o Sport vai precisar vencer ou empatar com gols o duelo com o Bahia dentro da Arena Fonte Nova, em Salvador, nesta quanta-feira (24). Com isso, o Rubro-Negro vai precisar explorar os seus pontos mais fortes para levar a melhor em cima dos donos da casa. O Leão da Ilha espera ansioso esse momento, já que a última vez que chegou na final do Nordestão, foi campeão em cima do Ceará, levando pela terceira vez, a orelhuda para recife. Para superar o Tricolor baiano, a equipe de Diego Souza e cia tem alguns trunfos que podem ser fatais quando a bola rolar às 21h45 (de Brasília), e a equipe do Esporte Interativo listou alguns que podem fazer a diferença para o Leão na decisão.

1 - Segurança no gol
Um dos maiores goleiros do Brasil, Magrão é a principal arma do Sport, não só para esta final, mas como vem sendo em toda a temporada. Há 12 anos no Leão, o arqueiro rubro-negro coleciona títulos e números inéditos com a camisa do Sport. Em toda a sua passagem pelo time de Recife, foram 30 pênaltis defendidos. Magrão foi o herói da classificação do Sport contra o Campinense, nas quartas de final da Copa do Nordeste, quando defendeu uma penalidade e garantiu a classificação do Rubro-Negro para a semifinal da Competição. Durante toda a Lampions League, Magrão sofreu apenas 12 gols. 

2 - Base forte
O Sport tem se mostrado um belo revelador de bons jogadores. Crias da base leonina, Everton Felipe, Juninho, Fabrício e Ronaldo, têm sido de extrema importância nessa caminhada do Rubro-Negro rumo ao tetra campeonato da Copa do Nordeste. Juninho já marcou dois durante a competição, e Everton Felipe, um. Gols esses que foram cruciais para a chegada do Sport na grande final da Lampions League.

3 - Banco de luxo
"Sofrendo" com o seu sucesso neste início de temporada, o Sport tem enfrentado um sério problema em relação ao desgaste de seus jogadores titulares. O Leão da Ilha está participando de cinco competições ao mesmo tempo (Copa do Nordeste, Campeonato Pernambucano, Copa Sul-Americana, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro). Com o desgaste da maioria de seus jogadores por conta da maratona de jogos, Ney Franco tem precisado recorrer com frequência ao banco de reservas, o que não tem sido nada prejudicial para o Rubro-Negro. Juninho e Everton Felipe são os melhores exemplos para isso. Na semifinal da Copa do Nordeste, Contra o Santa Cruz, no Arruda, Everton saiu do banco para substituir Diego Souza e marcou o primeiro gol do Leão no confronto, que acabou em 2 a 0 para o Sport, garantindo a vaga para a final. Já no primeiro jogo da decisão contra o Bahia, na Ilha do Retiro, Juninho também saiu do banco de reservas e marcou o dele.

4 - Diego Souza, o cara do time
Não tem como falar dos pontos fortes do Sport sem lembrar de Diego Souza. O camisa 87 do Leão tem feito uma competição impecável, com quatro gols ao todo. Um dos jogos que ficou marcado durante o Nordestão foi o da volta das quartas de final, contra o Campinense, quando o Sport venceu por 3 a 1 o adversário, com dois gols dele, sendo um de bicicleta, e levou a decisão para os pênaltis, em que também levou a melhor e garantiu vaga na semifinal. Para a decisão contra o Bahia, na Fonte Nova, Diego Souza é uma das esperanças de gol do Sport para levar a melhor em cima dos donos da casa.

5 - Feliz coincidência
Assim como será a grande final contra o Bahia nesta quarta-feira (24), o Sport já tinha precisado "decidir" um mata-mata fora de casa, na semifinal contra o Santa Cruz. O Leão que saiu perdendo no jogo de ida contra a Cobra Coral, na Ilha do Retiro, precisou reverter o resultado, no Arruda, e conseguiu levar a melhor na casa do adversário, com o resultado de 2 a 0. No duelo contra o Bahia, o Sport precisa repetir o feito na Fonte Nova, tendo que empatar com gols ou vencer o Tricolor baiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA SOLIDÁRIO