Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

terça-feira, 2 de maio de 2017

CRB sofreu apenas três derrotas no ano e aposta na marcação para ser tri

FOTO: AILTON CRUZ
Técnico do CRB, Léo Condé destacou em quase todas as coletivas da temporada a força defensiva da equipe. Ele nunca escondeu de ninguém que montou o time de trás pra frente, aproveitando a base formada na Série B do ano passado. O ataque regatiano foi muito criticado pela torcida ao longo das competições, principalmente na Copa do Nordeste. A defesa, não. Na finalíssima de domingo, o Galo não precisa nem fazer gol. O empate é o suficiente para conquistar o tricampeonato. 
O CSA só leva a taça no tempo normal se vencer por dois gols de diferença. Não vai ser uma tarefa simples. Este ano, isso só aconteceu uma vez com o CRB, na derrota por 2 a 0 contra o Altos, no Piauí, pela Copa do Brasil. O Galo, aliás, perdeu apenas três vezes em 2017. Foi batido pelo ASA, em Arapiraca, e pelo próprio CSA, por 1 a 0, no Rei Pelé.
 - Fizemos uma boa apresentação e criamos bastante. O resultado foi merecido, mas não tem nada garantido. Vamos ter uma semana de trabalho intensa agora para voltar a apresentar um grande futebol no segundo jogo. Todos estão de parabéns. Vamos manter os pés no chão para levantar esse troféu - comentou Ratinho, que jogou no meio-campo.Lateral do CRB, Edson Ratinho disse que o trabalho da semana é mais importante até que o retrospecto. Ele lembrou que o Galo vem em franca evolução na temporada.
Números
No Campeonato Alagoano, o CRB tem até agora 11 vitórias, seis empates e apenas uma derrota. E o detalhe é que Condé escalou os reservas quando o Galo foi batido pelo ASA, dia 14 de fevereiro, fora de casa. No Nordestão, foram duas vitórias, três empates e uma derrota. Com o revés no único jogo do time pela Copa do Brasil, o CRB venceu na temporada 13 vezes, empatou seis e perdeu três. 
Léo Condé técnico do CRB (Foto: Fabiano de Oliveira/GloboEsporte.com)Condé perdeu Boaventura e Marcos Martins para a final (Foto: Fabiano de Oliveira/GloboEsporte.com)
Clássicos
Contra o CSA, o Galo disputou seis clássicos até agora. O retrospecto também é favorável. Foram duas vitórias (2 x 1 e 1 x 0), três empates (1 x 1 , 0 x 0 e 0 x 0) e uma derrota (1 x 0). Nesses jogos, o time sofreu três gols. 
O fato novo para a finalíssima de domingo foi a perda do zagueiro Flávio Boaventura e do lateral-direito Marcos Martins, suspensos. Condé comentou as baixas e indiciou os substitutos.
 - São dois jogadores da nossa linha de defesa. Um setor que demonstra muito equilíbrio, principalmente nesses jogos decisivos. Mas temos jogadores qualificados, como Adalberto, Audálio (para a zaga), e o próprio Edson (Ratinho), que é lateral. O bom é que teremos uma semana de trabalho para observar as opções - comentou o treinador.
NM com Globoesporte.com/al

Nenhum comentário:

Postar um comentário