Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 2 de abril de 2017

Em Arapiraca, ASA vence por 1 a 0 e derruba invencibilidade do CSA no Alagoano

No primeiro clássico da fase hexagonal do Campeonato Alagoano, válido pela segunda rodada, o ASA levou a melhor e venceu o CSA por 1 a 0, na tarde deste domingo (2), no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. O único gol da partida foi marcado pelo zagueiro Eron, aos 17 minutos do primeiro tempo, com o Gigante a derrubar o último invicto da competição.
Com os resultados da rodada, o Azulão caiu da primeira para a quarta colocação, enquanto o ASA subiu para a segunda posição no hexagonal. 
Já na próxima rodada, a equipe alvinegra vai receber o CEO, no domingo (9), às 16h, também em Arapiraca. Antes, porém, terá compromisso pela Copa do Brasil, encarando o Paraná, em Curitiba, nesta quarta-feira (5).
O Azulão, por sua vez, terá pela frente o clássico das multidões contra o CRB, no Estádio Rei Pelé, também no domingo. Desta vez, a equipe azulina poderá contar com o apoio de seu torcedor, pois, já cumpriu punição imposta pelo STJD.
Veja o único gol da partida:

ASA 1x0 CSA pela 2ª rodada do hexagonal Campeonato Alagoano
Com o resultado, o ASA acabou com a invencibilidade do único invicto da competição.
1º Tempo
O jogo começou bastante truncando, com as duas equipes bem postadas. Prova disso é que a primeira chance de gol saiu apenas aos 14 minutos do primeiro tempo, quando Leandro Kivel aproveitou a falha no recuo da defesa azulina e chutou de fora da área, para o goleiro Mota, bem colocado, fazer uma boa defesa.
E dois minutos depois da chance mais clara de gol, o ASA abriu o placar, aos 16 minutos da etapa inicial. Depois de uma falta pelo lado esquerdo do ataque alvinegro, a bola foi lançada na grande área e o zagueiro Eron desviou para cabecear a redonda, encobrindo Mota: 1x0.
Depois de sofrer o gol, o Azulão começou a sair um pouco mais, em busca do empate. Aos 21, o zagueiro Thales recebeu cruzamento de Daniel Costa e, mesmo subindo sozinho dentro da área, acabou cabeceando para fora.
O ASA respondeu aos 25 minutos, em mais uma cobrança de falta, de bem longe. O lateral esquerdo Léo Campos soltou uma bomba, obrigando o goleiro Mota a fazer boa defesa.
Depois disso, apesar de ter crescido na partida, o Azulão não conseguiu levar tanto perigo à defesa do Alvinegro, facilitando a vida do goleiro Cetin.
2º tempo
O CSA voltou com duas alterações logo de cara para a segunda etapa, com a saída de Daniel Costa, sumido na partida, para a entrada de Didira, além do volante Panda, que também não esteva bem no jogo, dando lugar ao meia Thiago Potiguar.
Com as alterações, a equipe azulina voltou melhor. Mas, apesar da superioridade, quem teve a primeira chance na segunda etapa foi a equipe alvinegra, que, numa falta cobrada pelo lado direito, Léo Campos fez cruzamento que encobriu o goleiro Mota e acertou o travessão.
Depois deste lance, várias alterações aconteceram no confronto. O autor do gol alvinegro, o zagueiro Eron, foi sacado e entrou no seu lugar Anselmo e a entrada de Jean Carlos no lugar de Téssio. O azulão, logo em seguida fez sua última substituição, onde entrou Soares no lugar de Alex Henrique. 
Mesmo buscando o empate, o CSA só veio levar perigo ao gol de Cetin aos 34 minutos, onde em um contra ataque, Cleyton recebeu, faz uma bela finta no marcador e mandou uma bomba para a boa defesa do arqueiro Alvinegro.
Depois deste lance a equipe Alvinegra fez a última alteração e colocou Gaspar no lugar de Léo Campos.
E mesmo o CSA melhor, a equipe do ASA conseguiu defender as investidas azulinas e apenas aos 41 minutos a equipe da capital alagoana teve outra chance. Quando Everton Heleno dominou dentro da área, fez duas belas fintas mas finalizou mal.
NM com Márcio Chagas
Fotos : Alisson Frasão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA