Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

domingo, 16 de abril de 2017

CRB vence o CEO e chega à semifinal com moral: disparado em primeiro

O CRB sobrou no hexagonal. Mesmo com um time misto, se impôs no jogo deste domingo contra o CEO, em Olho d´Água das Flores, e conquistou a classificação em primeiro lugar com uma vitória por 3 a 1. Neto Baiano marcou no Estádio Edson Matias e também perdeu um pênalti. Tudo no primeiro tempo. Na etapa final, de falta, Diego também deixou o dele, Maxwell ampliou para o Galo, e Hiago marcou o de honra do Tricolor.
Nas semifinais, o CRB vai enfrentar o Murici, quarto colocado. O primeiro jogo está marcado para quarta-feira, no Estádio José Gomes da Costa, e o segundo será domingo, no Rei Pelé. O Galo tem a vantagem do empate na soma dos resultados do mata-mata. Fechou o hexagonal disparado em primeiro, com 13 pontos. O CEO foi o lanterna, sem ter pontuado.
Domínio do Galo 
O gramado atrapalhou muito o trabalho dos jogadores. Choveu pela manhã em Olho d´Água e as poças seguravam a bola. Mesmo assim, o CRB criou chances no primeiro tempo. Maxwell quase marcou aos seis minutos, girando em cima do marcador e batendo com perigo. Depois, Neto Baiano também perdeu uma boa oportunidade aos 11. Ele recebeu na área, chutou e, no rebote, Danilo Pires também não aproveitou. Aos 26 minutos, saiu o gol do Galo. Maxwell e Danilo Pires bombardearam o goleiro Rafael, que defendeu duas vezes, mas não pegou a finalização de Neto Baiano. Segundo gol dele no campeonato. 
Teve mais. Aos 31 minutos, Neto chutou, a bola bateu na mão do zagueiro Hugo na área do Santa Rita e o árbitro José Ricardo Laranjeira marcou pênalti. O próprio Neto foi para a cobrança, mas chutou muito mal, pra fora. Aos 45, Neto Baiano teve mais uma oportunidade. Recebeu livre, a defesa falhou e ele finalizou com violência: Rafael fez uma boa defesa. No primeiro tempo, o CEO não deu trabalho ao goleiro Juliano e ficou mais preso à marcação.
CRB resolve a parada
O CRB tratou logo de ampliar a vantagem no início do segundo. Aos oito minutos, Diego bateu falta pela primeira vez, a barreira andou e o árbitro mandou voltar a cobrança. Na segunda chance, o lateral do Galo caprichou e marcou um belo gol.
Aos 26 minutos, Maxwell fez estrago na defesa do CEO. Passou por dois marcadores, driblou o goleiro e bate para o gol vazio: 3 a 0. Aos 41, o gol de honra do Tricolor e o de despedida do campeonato. Hiago deixou o dele e fechou o placar.
NM com Globoesporte.com/al

Nenhum comentário:

Postar um comentário