Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 16 de abril de 2017

CRB vence o CEO e chega à semifinal com moral: disparado em primeiro

O CRB sobrou no hexagonal. Mesmo com um time misto, se impôs no jogo deste domingo contra o CEO, em Olho d´Água das Flores, e conquistou a classificação em primeiro lugar com uma vitória por 3 a 1. Neto Baiano marcou no Estádio Edson Matias e também perdeu um pênalti. Tudo no primeiro tempo. Na etapa final, de falta, Diego também deixou o dele, Maxwell ampliou para o Galo, e Hiago marcou o de honra do Tricolor.
Nas semifinais, o CRB vai enfrentar o Murici, quarto colocado. O primeiro jogo está marcado para quarta-feira, no Estádio José Gomes da Costa, e o segundo será domingo, no Rei Pelé. O Galo tem a vantagem do empate na soma dos resultados do mata-mata. Fechou o hexagonal disparado em primeiro, com 13 pontos. O CEO foi o lanterna, sem ter pontuado.
Domínio do Galo 
O gramado atrapalhou muito o trabalho dos jogadores. Choveu pela manhã em Olho d´Água e as poças seguravam a bola. Mesmo assim, o CRB criou chances no primeiro tempo. Maxwell quase marcou aos seis minutos, girando em cima do marcador e batendo com perigo. Depois, Neto Baiano também perdeu uma boa oportunidade aos 11. Ele recebeu na área, chutou e, no rebote, Danilo Pires também não aproveitou. Aos 26 minutos, saiu o gol do Galo. Maxwell e Danilo Pires bombardearam o goleiro Rafael, que defendeu duas vezes, mas não pegou a finalização de Neto Baiano. Segundo gol dele no campeonato. 
Teve mais. Aos 31 minutos, Neto chutou, a bola bateu na mão do zagueiro Hugo na área do Santa Rita e o árbitro José Ricardo Laranjeira marcou pênalti. O próprio Neto foi para a cobrança, mas chutou muito mal, pra fora. Aos 45, Neto Baiano teve mais uma oportunidade. Recebeu livre, a defesa falhou e ele finalizou com violência: Rafael fez uma boa defesa. No primeiro tempo, o CEO não deu trabalho ao goleiro Juliano e ficou mais preso à marcação.
CRB resolve a parada
O CRB tratou logo de ampliar a vantagem no início do segundo. Aos oito minutos, Diego bateu falta pela primeira vez, a barreira andou e o árbitro mandou voltar a cobrança. Na segunda chance, o lateral do Galo caprichou e marcou um belo gol.
Aos 26 minutos, Maxwell fez estrago na defesa do CEO. Passou por dois marcadores, driblou o goleiro e bate para o gol vazio: 3 a 0. Aos 41, o gol de honra do Tricolor e o de despedida do campeonato. Hiago deixou o dele e fechou o placar.
NM com Globoesporte.com/al

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA SOLIDÁRIO