Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Norte-americana vence como melhor do mundo e Marta fica em 2º

Resultado de imagem para A meia norte-americana Carli Lloyd, de 34 anos,
Não deu para Marta. A meia norte-americana Carli Lloyd, de 34 anos, surpreendeu e, pela segunda vez seguida, é a melhor jogadora do mundo. O prêmio foi entregue pelo ex-jogador argentino Gabriel Batistuta. Melanie Behringer, do Bayern de Munique e da seleção alemã, era a favorita, mas ficou em terceiro na votação. A jogadora, de 31 anos, conquistou a medalha de ouro na Olimpíada do Rio de Janeiro e foi artilheira da competição com cinco gols. Os Estados Unidos caíram nas quartas de final dos Jogos Olímpicos.
A votação foi apertada. Marta foi a segunda mais votada. Carli Lloyd obteve 20,68% do total dos votos. Marta ficou com 16,60%, e Melanie obteve 12,34%. A vencedora na premiação entre as mulheres é decidida de acordo com uma combinação de critérios: 50% nos votos de capitãs e treinadoras de todas as seleções do mundo. A outra metade é somada entre o voto popular (25%), além de outros 200 jornalistas que foram escolhidos em todos os seis continentes, fechando os outros 25% restantes. 
Após não ser finalista no ano passado, Marta voltou a estar entre as três melhores do planeta. Foi a 12ª vez que a brasileira foi indicada. Apesar de não levar neste ano, a camisa 10 do Brasil segue como a maior vencedora do prêmio com cinco conquistas. A última conquista da atacante do FC Rosengard no prêmio aconteceu em 2010, quando chegou a defender o Santos.
Com a conquista, os Estados Unidos empatam com Alemanha e Brasil entre os países com mais prêmios na categoria, com cinco cada. Além dos dois anos com Carli Lloyd, os norte-americanos levaram duas vezes com Mia Hamm e uma vez com Abby Wambach.
Alemã leva entre as treinadoras
Técnica campeã olímpica no Rio, a alemã Silvia Neid, de 52 anos, levou o prêmio entre as treinadoras. Ela concorreu com Jill Ellis, dos Estados Unidos, e a sueca Pia Sundhage, vice-campeã olímpica com a Suécia. 
Todas as ganhadoras:
2016: Carli Lloyd (EUA)
2015: Carli Lloyd (EUA)
2014: Nadine Kessler (Alemanha)
2013: Nadine Angerer (Alemanha)
2012: Abby Wambach (EUA)
2011: Homare Sawa (Japão)
2010: Marta (Brasil)
2009: Marta (Brasil)
2008: Marta (Brasil)
2007: Marta (Brasil)
2006: Marta (Brasil)
2005: Birgit Prinz (Alemanha)
2004: Birgit Prinz (Alemanha)
2003: Birgit Prinz (Alemanha)
2002: Mia Hamm (EUA)
2001: Mia Hamm (EUA)
NM com Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário