Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Governo entrega cadeiras especiais do Rei Pelé e anuncia apoio a clubes

Setor de cadeiras do Rei Pelé agora poderá ser ocupado por torcedores
FOTO: LARISSA BASTOS




















Depois de quase dois anos fechado para os torcedores, o setor de cadeiras especiais do Estádio Rei Pelé, em Maceió, foi finalmente entregue nesta quarta-feira (25). A área, que possui 800 assentos, passou por uma recuperação estrutural e foi entregue pelo governador Renan Filho (PMDB). Durante a entrega, o governador anunciou o apoio financeiro aos clubes que estão na primeira divisão do Campeonato Alagoano. 
As obras foram iniciadas em agosto de 2016 e tiveram um custo de R$ 872 mil. Com o recurso, foi feito o escoramento definitivo das lajes, dos pilares e das vigas metálicas, além da recomposição das ferragens e do concreto armado, para impedir o surgimento de novas fissuras.
"Foi um trabalho minucioso para que a gente reabrisse as 800 cadeiras numeradas. Elas ficaram um tempo fechadas porque tiveram um abalo na estrutura, mas contratamos uma empresa especializada, fizemos um projeto detalhado, conversamos com todos os órgãos com capacidade de fiscalizar", ressaltou o governador.
Renan destacou que o estádio está sendo entregue para o início do Campeonato Alagoano de 2017, no ano do Bicentenário de Alagoas, e lembrou que os times locais vinham sofrendo com uma perda de renda desde que o espaço foi interditado devido à falta de segurança.
"Essa cadeira é a mais cara do estádio, de maneira que menos 800 cadeiras no setor mais caro significa uma perda de renda significativa para os clubes, sobretudo os que disputam campeonatos brasileiros. Além disso, essas cadeiras significam muito conforto para o torcedor".
Segundo governador, parte estrutural não havia sido mexida
FOTO: LARISSA BASTOS
O governador também falou sobre a reforma anterior, feita para receber a seleção de Gana durante a Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil. Segundo ele, foi cobrado um posicionamento da gestão passada com relação às obras, mas ficou claro que, à época, pontos estruturais não foram mexidos. 
"Na reforma anterior não foi mexido em nada na infraestrutura do Trapichão. Foi pintado, trocado cadeiras, refeito gramado e a pate de vestiário, coisas mais internas e administrativas. A estrutura do Trapichão não foi olhada. Apresento problemas do governo anterior, mas acredito que nesse caso cabia a nós resolver o problema". 
Apoio financeiro
Durante a solenidade, Renan Filho anunciou ainda apoio aos dez clubes do Estado que participam da primeira divisão do Campeonato Alagoano de Futebol de 2017. Vão receber recursos do Tesouro Estadual Miguelense, ASA, CSA, CEO, CRB, Santa Rita, CSE, Coruripe, Murici e Sete de Setembro.
"O governo vai colaborar para que o campeonato ocorra e que os clubes disputem como deve ser. Será uma ajuda e os clubes vão estampar a marca dos 200 anos de Alagoas em seus uniformes. Os times do interior vão receber R$ 40 mil, com exceção do ASA, que por ter a cota de TV vai receber 50% a mais que isso junto com CRB e CSA".
NM com Larissa Bastos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA