Image Map
Image Map
Image Map

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

ASA e CSA participam de reunião na CBF para discutir nova fórmula da Série C

Resultado de imagem para asa na serie c
Representantes de 18 dos 20 clubes que vão disputar o Campeonato Brasileiro da Série C de 2017 participaram de uma reunião na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro, com o presidente Marco Polo Del Nero, para discutir novas fórmulas de disputar a competição. O encontro aconteceu na tarde dessa segunda-feira (30). 
O presidente do CSA, Rafael Tenório, e o diretor administrativo, Hugo Leahy, foram os representantes do clube Azulino, já o ASA foi representado pelo vice-presidente do clube, Ibn Pinto. Apesar de novas fórmulas serem discutidas, o encontro teve como objetivo principal criar uma comissão das equipes para debater a nova forma de disputa junto à entidade. 
A comissão criada para representar os times foi formada pelo presidente do Bragantino, Marcos Chedid; do Fortaleza, Jorge Mota; e do CSA, Rafael Tenório. O mandatário azulino informou que a mudança será melhor para os clubes. "Nós começamos a discutir algumas opções, mas não tem nada decidido, vamos nos reunir mais vezes com a CBF, para chegar em uma fórmula melhor para todos", explicou.
Vice-presidente do ASA, Ibn Pinto disse que a nova fórmula pode ser melhor para as equipes. "Muitas propostas foram discutidas, mas acredito que uma mudança no regulamento pode favorecer os times que possuem uma regularidade maior na competição. O mata-mata às vezes não é justo. Exemplo disso é o Fortaleza, que já está há sete anos disputando a competição", explicou.
Ainda de acordo com o representante Alvinegro, outra reunião será realizada no início do mês de março para definir se haverá alguma alteração na fórmula da competição.
Fórmulas de disputa
Segundo os representantes dos clubes alagoanos que participaram da reunião, muitas fórmulas estão sendo discutidas. Mas a que ganha mais força entre as demais é manter a disputa com 10 equipes em cada grupo: Grupo A e Grupo B, divididos por região: Norte/Nordeste e Sul/Sudeste.
A diferença é que os quatro melhores colocados de cada grupo disputariam um quadrangular em partidas de ida e volta entre eles e não um mata-mata, como acontece hoje; assim, os dois primeiros colocados de cada grupo seriam classificados para a Série B. O mata-mata só seria utilizado para definir a equipe campeã, onde os dois classificados de cada grupo jogariam semifinal e final. 
Outra fórmula que foi cogitada é uma competição unificada com 38 rodadas de pontos corridos, como acontece na Série A e B do Brasileirão, mas a CBF já deixou claro que não seria viável, já que o gasto da entidade com a logística aumentaria consideravelmente. 
NM com Márcio Chagas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA