Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Rei Pelé tem gramado recuperado e cadeiras especiais devem ser liberadas

O maior palco esportivo de Alagoas, o Estádio Rei Pelé, está recebendo ações de melhorias para os jogos da temporada 2017. De acordo com a Secretaria de Estado de Esportes, Lazer e Juventude (Selaj), os trabalhos começaram no último dia 5 e a previsão é a de que, no dia 15 de janeiro, o estádio esteja liberado para receber eventos esportivos. 
Dois setores estão recebendo atenção especial da equipe: gramado e cadeiras especiais, cujos reparos estão em fase de conclusão. Segundo o superintendente da Selaj, Charles Hebert, a área - que está interditada desde fevereiro de 2015 - deve ser liberada antes do início do Campeonato Alagoano.
Charles Herbert revela que, em 2016, foram disputadas 97 partidas, de modo que o desgaste do gramado se tornou algo natural. Segundo ele, a administração do estádio realizou manutenções periódicas para manter a qualidade do campo, ainda considerado um dos melhores do Brasil.
"A grama do Rei Pelé é do tipo 'bermuda', igual a de todas as grandes arenas da Copa do Mundo. Está em ótimas condições. No ano passado, pela primeira vez, a equipe que cuida do gramado fez um curso organizado pela FIFA, no Rio Janeiro, em parceria com a Federação Alagoana de Futebol. Isso contribuiu para que qualifiquemos nossos funcionários", afirma a secretária Cláudia Petuba.
Servidores trabalham na recuperação do gramado do Rei Pelé
FOTO: ASCOM SELAJ




















Ainda de acordo com a secretaria, os trabalhadores já realizaram um corte vertical no gramado, utilizando máquina específica doada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O objetivo é controlar a densidade da grama existente por metro quadrado de área, evitando, assim, o acolchoamento do tapete de grama.
Também foi aplicada determinada quantidade de areia lavada, para o nivelamento do campo, além de adubo, ureia e venenos para protegê-lo contra pragas. Já na fase final deste tratamento, os trabalhadores irão recorrer a um rolo nivelador, além de utilizarem muita água para a irrigação.


Por fim, outra providência, ainda segundo a secretaria, diz respeito ao processo de adaptação do Sistema contra Incêndio e Pânico, que está sendo atualizado conforme as novas regulamentações do Ministério dos Esportes e do Corpo de Bombeiros.
NM com Rafael Maynard

Nenhum comentário:

Postar um comentário