Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

sábado, 1 de outubro de 2016

CRB despacha o Bragantino e pula para a sétima posição na Série B

Resultado de imagem para crb vence o bragantino
O CRB, enfim, reencontrou a vitória nesta Série B de Brasileiro. Pela 28ª rodada, o Galo voltou a campo para encarar o Bragantino, em Bragança Paulista, e acabou surpreendendo os donos de casa. Após tomar sufoco nos primeiros 30 minutos e sair em desvantagem, o time do técnico Mazola Júnior - que não vencia há cinco partidas - chegou à virada ainda no tempo inicial, fazendo 2x1 e garantindo três pontos considerados cruciais na briga pelo retorno ao G4 da competição.
Bragantino 1x2 CRB
Confira os gols da partida válida pela 28ª rodada da Série B 2016
Isso porque, com o resultado desta tarde, o representante alagoano foi a 43 pontos e se aproximou da zona de classificação à Série A, assumindo a sétima posição. A única diferença para o 6º colocado Bahia é o saldo de gols (15x4). Além do mais, a distância para o Brasil de Londrina-PR, primeira equipe a figurar no G4, agora, é de dois pontos.
O Massa Bruta, por sua vez, estacionou nos 27 pontos e passou a abrir a zona de rebaixamento para a Série C.
Agora, o CRB - que não terá nenhuma baixa por suspensão, com a exceção do treinador, expulso no tempo final - já começa a voltar as suas atenções para mais um difícil compromisso. Na noite desta terça-feira, o Galo vai encarar o vice-líder Atlético-GO, no Rei Pelé, em Maceió. Até lá, Mazola espera ver o goleiro Júlio César recuperado, apesar de Juliano ter sido o nome do jogo no interior de São Paulo.
Já o Bragantino vai tentar a reabilitação em novo duelo no Nabi Abi Chedid, desta vez contra o Náutico-PE, em mais uma terça-feira de rodada "cheia", com todos os 20 clubes participantes entrando em campo.
1º tempo eletrizante
O Galo pisou o gramado com Marcos Martins de volta à lateral-direita, enquanto Diego fez uma dobra de lateral com Peri. Recuperado de lesão, Luidy deu apoio a Zé Carlos no ataque, enquanto Adalberto assumiu o posto do também zagueiro Flávio Boa Ventura, suspenso. E quando a bola rolou, o Bragantino teve cobrança de pênalti, cometido pelo goleiro Juliano, logo com um minuto de jogo, mas Bruno Pacheco bateu para fora, por cima da barra.
O CRB ainda esboçou reação em cabeceio de Jussani aos cinco minutos, mas o Braga dominou as ações até abrir o marcador aos 32, quando o atacante Watson se antecipou a Marcos Martins para, de cabeça, balançar a rede do goleiro: 1x0.
Porém, o time visitante acordou com o gol adversário, respondendo à altura três minutos depois, quando Martins encontrou espaço pela direita e cruzou no primeiro pau. O volante Matheus Galdezani saltou para, de peixinho, testar no canto esquerdo do goleiro Renan, sem chance de defesa: 1x1.
E o segundo veio aos 37. Marcos Martins avançou pela direita, recebeu de Luidy e chutou forte, rasteiro. A bola desviou no zagueiro e matou o goleiro Renan, que viu a bola passar à sua direita. Era o gol da virada regatiana: 2x1.
Pressão alvinegra
No segundo tempo, Mazola se viu obrigado a trocar Martins pelo também lateral-direito Bocão. O Galo teve boa chance aos três minutos, em cobrança de falta com Diego Jussani, mas viu as alterações do treinador Marcelo Veiga surtirem mais efeito.
O Massa Bruta partiu para cima, encurralando o CRB em seu campo de defesa e criando as melhores chances, como aos 35 minutos, quando o atacante Marcão subiu mais alto que todo mundo e, de cabeça, obrigou o goleiro Juliano a fazer grande defesa no canto esquerdo.
Temendo o pior, Mazola também resolveu trocar Galdezani por Geandro, fortalecendo o setor de marcação, com Luidy saindo para a entrada de Roger Gaúcho. O Galo não mais chegou ao ataque, mas soube resistir à pressão e deixar Bragança com os três pontos na bagagem.
E antes do apito final, o árbitro ainda expulsou Mazola Júnior por reclamação - o técnico alvirrubro criticou o sul-matogrossense Paulo Schleich Vollkopf após marcação de falta inexistente e acabou punido. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário