Image Map
Image Map
Image Map

sábado, 10 de setembro de 2016

Seria a cereja do nosso bolo", diz Canindé sobre título da Série D

Resultado de imagem para oliveira canindé
O técnico azulino Oliveira Canindé mantém o que afirmara minutos após a conquista do acesso à Série C do Campeonato Brasileiro, domingo passado, no Rei Pelé. Na manhã desta sexta-feira (09), o treinador lembrou que a classificação foi apenas um dos objetivos que a direção traçou e alcançou nesta temporada, reforçando que a meta, agora, é o título nacional, que, para ele, representaria a "cereja no bolo" do CSA, coroando a boa fase do time do Mutange.
 Na oportunidade, o treinador também disse ter estudado a fundo o São Bento-SP, rival do Azulão nas semifinais da Série D, e revelou seu desejo de permanecer à frente da comissão técnica em 2017, quando o CSA vai disputar Alagoano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série C.
"Eu sempre quis este título. Seria uma conquista inédita para o clube, além do que a nossa torcida merece a taça de campeão, por tudo o que passamos durante este ano. Todos no grupo estão focados neste objetivo. Será a cereja do bolo", disse o treinador que, em 2010, comandou a campanha vitoriosa do Guarany de Sobral-CE na Série D, quando campeão brasileiro.
"Seria um título muito importante para a carreira de todos os profissionais que estão no CSA. Todos nós queremos algo a mais que este acesso, que, merecidamente, já conquistamos", completou.
Duelo contra o São Bento
Já com relação ao primeiro duelo contra o São Bento, marcado para as 16h deste domingo, no Trapichão, Canindé terá o retorno do lateral-esquerdo Rafinha, desfalque nos dois últimos jogos devido à lesão. Porém, ele ainda não confirma a titularidade do camisa 6, pois, o substituto Rayro fez boas exibições com a camisa azulina.
"O Rafinha já está totalmente recuperado e estará entre os relacionados na partida contra o São Bento. Porém, ainda não defini quem será o titular. O Rayro fez boas apresentações e, por isso, está brigando por uma vaga na equipe", disse o treinador.
Por outro lado, o zagueiro Douglas Marques, que trocou o CSA pelo Ceará, vai desfalcar a equipe, enquanto o meia Cleyton fará seu jogo de despedida neste domingo (11), pois, o jogador vai defender o Paysandu-PA, outro clube que disputa a Série B. Sobre as ausências, Canindé disse que a equipe pode até perder em qualidade, mas garantiu que o espírito de luta permanecerá o mesmo.
"Mesmo que eu fique com apenas 11 atletas deste grupo, estaremos fortes até o fim. Independentemente de perdermos atletas, sei que estaremos com o mesmo espírito de luta. Não iremos desperdiçar aquilo que está reservado para nós, mesmo com essas perdas", assegurou.
Quanto ao adversário da vez, o treinador azulino afirmou estudar o adversário deste domingo, alertando que o CSA terá mais um difícil duelo. "Tenho visto muita coisa deles. Ainda iremos buscar mais informações para não sermos surpreendidos. É uma equipe que tomou apenas dois gols nesta competição e que, também por isso, precisa ser muito respeitada", pontuou.
Renovação e provável escalação
Ainda à Gazetaweb, Oliveira Canindé destacou o desejo de ficar no CSA para o próximo ano. Porém, disse que ainda não se reuniu com a diretoria para tratar de renovação de contrato.
"Tenho contrato com o CSA até novembro. Ainda não conversei com ninguém da diretoria, mas pretendo ficar. Eu gosto do clube e de Alagoas. Quando cheguei, meu pensamento foi o de realmente resgatar o Azulão. Quero seguir contribuindo com este crescimento do clube", afirmou.
Sobre o time que vai começar atuando às 16h deste domingo, no Estádio Rei Pelé, uma provável formação é com Jeferson, Denilson, Leandro Souza, Leandro Cardoso e Rafinha (Rayro); Panda, Marcos Antônio, Didira, Bismarck, Cleyton; e Jônatas Obina.
Comanda CSA x São Bento o árbitro Sebastião Rufino Ribeiro Filho (CBF-2), auxiliado por Gilberto Freire de Farias (CBF-3) e Ailton José dos Santos Júnior (CBF-3). Este trio é de Pernambuco.  
NM com Rafael Maynart

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA