Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

domingo, 4 de setembro de 2016

Partiu Série C! CSA vence o Ituano por 1 a 0 e conquista o acesso à 3ª divisão

O CSA encarou o Ituano na tarde deste domingo (4), no Estádio Rei Pelé, pelo segundo jogo das quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série D. O jogo foi o decisivo na luta pelo acesso para a Série C do próximo ano. O Azulão, que já havia vencido a primeira partida, no Estádio Doutor Novelli Júnior, em Itu por 2 a 1, voltou a vencer por 1 a 0. Cleyton marcou para a equipe maruja. Com o resultado, o time alagoano foi promovido para a terceirona do ano que vem e avançou para as semifinais da quarta divisão.
Com a vantagem do primeiro jogo, o Azulão precisava apenas administrar a partida de hoje para subir para a terceira divisão do futebol nacional. Com o 2 a 1 a seu favor no primeiro jogo, bastava um empate para alcançar o principal objetivo do ano.
O apoio da torcida não poderia ser diferente dos jogos anteriores. Milhares de azulinos lotaram o Estádio Rei Pelé e pintaram as cores do clube em todo o Trapichão. Os torcedores incentivaram e empurraram a equipe do primeiro ao último minuto.
Torcida azulina lota o Rei Pelé e empurra a equipe para a Série C
FOTO: AILTON CRUZ / GAZETA DE ALAGOAS


















O técnico Oliveira Canindé optou por escalar a mesma equipe do jogo passado. Mesmo com Everton Heleno recuperado de lesão, o treinador azulino preferiu deixar Marcos Antônio ao lado de Panda na contenção do meio-campo.
O jogo
Jogando em casa e com toda a torcida a favor, o Azulão começou a partida tomando as iniciativas de jogadas ofensivas. O time alagoano teve mais volume de jogo e aos 21 minutos, o CSA chegou com perigo pela primeira vez nas partida. Bismarck cobrou falta na área e Douglas Marques cabeceou muito perto do gol.
O Ituano tentava investir no ataque, mas pouco ameaçou o gol do goleiro Jeferson. Aos 32 minutos, o Azulão conseguiu aumentar ainda mais a sua grande vantagem no confronto. Jônas Obina puxou contra ataque e passou para Cleyton, que sozinho, estufou as redes do Ituano e abriu o placar para o CSA.
Cleyton marcou o gol que carimbou o acesso do Azulão
FOTO: AILTON CRUZ / GAZETA DE ALAGOAS


















Com a vantagem ainda maior, o CSA passou a diminuir o ímpeto e passou a administrar a posse de bola e dominou por todo o primeiro tempo da partida.
Na volta para o segundo tempo, o Ituano voltou para o tudo ou nada. O time paulista a essa altura precisava de pelo menos 2 gols para conseguir forçar a disputa de pênalti. 
Mas foi o Azulão que chegou com perigo pela primeira vez. Bismarck lançou para Jônatas Obina, que não conseguiu finalizar com liberdade, graças a saída do goleiro Fábio, que alcançou a bola a tempo de dividir com o atacante azulino.
O Ituano respondeu aos 8 minutos com Morato cobrando falta direto para a defesa de Jeferson. Na sequência, Pery tentou cruzamento para a área, mas Simião cabeceou para fora. Aos 18, Guly do Prado emendou uma bomba ainda do grande círculo do meio-campo e obrigou Jeferson a fazer uma defesaça.
Com o Ituano adiantado, o Azulão teve mais espaço para contra atacar. Aos 21 da etapa complementar, Cleyton finalizou para a difícil defesa de Fábio. Aos 26 o artilheiro do CSA na Série D obrigou o goleiro do Ituano a fazer mais uma importante intervenção.


O Azulão chegou mais algumas vezes ao ataque, mas não conseguiu a finalização com perfeição. O Ituano, desesperado, também pouco fez para tentar mudar a história do jogo.
NM com Fillipe Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário