Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

ASA empata com o Botafogo-PB por 0x0 e volta ao G4 da Série C

A esperada vitória não veio, mas o empate sem gols com o Botafogo-PB faz com o que o ASA retorne ao G4 do grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C, beneficiado que foi nesta rodada (17ª) pela derrota do Remo para o Fortaleza, por 4x1, nesse sábado.
A goleada sofrida pelo Remo é outra ajuda recebida pelo ASA, pois agora esta duas equipes estão com apenas um gol de saldo. Portanto, ASA retorna ao quarto lugar, com 25, e o Remo cai para o quinto posto, com 24 pontos.
A próxima rodada é a última da fase classificatória e vai ser realizada no domingo, dia 18. Para não depender dos outros, agora o ASA vai ter que derrotar o ABC no Frasqueirão. O Botafogo-PB receberá a visita do Fortaleza e o Remo, que briga com o ASA por uma das vagas à segunda etapa da competição, atuará no Mangueirão contra o América-RN. Estas partidas estão marcadas para as 19h.
Como foi
O Bota-PB veio com a proposta de pontuar e conseguiu o objetivo ao exercer forte marcação. Tentou explorar as faltas na entrada da área adversária e chegou até a dar susto no torcedor local ao balançar a rede aos  12 minutos de partidas. Só que não valeu porque a arbitragem flagrou impedimento do atacante Rodrigo Silva.
O ASA, sem um atacante fixo de área porque o treinador Paulo Foiani optou por lançar a campo dois jogadores que exploraram as extremas e ajudaram ao meio de campo, só veio a ter uma boa chance próximo do intervalo, aos 44 minutos, quando o volante Ramalho decidiu subir e acertou forte chute em direção ao gol, que só não entrou porque a bola resvalou no lateral-esquerdo Jeferson Rodrigues e se perdeu pela linha de fundo.
No intervalo nenhuma mudança, mas já nos primeiros minutos do 2º tempo os treinadores decidiram mexer nas duas equipes. E foi o Bota-PB que criou a primeira boa oportunidade da etapa complementar: aos 17 minutos, através de cabeçada do zagueiro Marcelo Xavier, forçando o goleiro Thiago Braga a fazer a ponte para escanteio e evitar um gol certo.
Porém, o que acabou marcando a segunda fase desta partida foi a paralisação dada pelo árbitro Edivaldo Elias da Silva porque o estádio ficou com apenas uma ambulância à altura dos 35 minutos enquanto que a outra foi levar o volante Ramalho para um hospital de Arapiraca. O atleta, substituído logo após os 15 minutos, para a estreia do atacante Josy, precisou deixar o Coaracy da Mata por causa de forte dor no tórax.

A partida ficou paralisada por seis minutos e pouca emoção voltou a ocorrer. Mesmo assim, em um dos últimos arremates a gol o atacante Lessinho soltou a bomba e assustou o goleiro Michel Alves, deixando preso na garganta o grito de gol do torcedor do ASA.

NM com Francisco Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA