Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Yane Marques será a porta-bandeira do Brasil na abertura da Olimpíada

Yane será a segunda mulher a carregar a bandeira do Brasil na abertura das Olimpíadas / Foto: JC Imagem
Yane será a segunda mulher a carregar a bandeira do Brasil na abertura das Olimpíadas
Foto: JC Imagem
JC Online

Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, a pernambucana Yane Marques já conquistou a primeira vitória na edição do evento do Rio-2016. Na noite deste domingo, ela venceu a votação popular e será a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, na próxima sexta-feira. A pentatleta ganhou a preferência do público na disputa que também contava com o velejador Robert Scheidt e o jogador de vôlei Serginho. O anúncio foi divulgado ao vivo durante o programa Fantástico, da TV Globo.

"Foram duas surpresas. Primeiro a indicação, depois o resultado. Eu não esperava por concorrer com duas feras de quem sou fã e admiro demais, mas estou transbordando aqui alegria", declarou a atleta do pentlato moderno, logo após o resultado da votação ser anunciado. Feliz com a novidade, Yane revelou que ainda não sabe qual será sua programação a partir de agora. "Foi tudo muito depressa. Não sabia de nada até pouco tempo atrás. Estou muito contente e quero aproveitar cada segundo", falou.
Natural de Afogados da Ingazeira, Yane ganhou notoriedade no pentatlo moderno em 2007, quando faturou o ouro nos Jogos Pan-Americaos do Rio de Janeiro. De lá para cá, ela alavancou o esporte, até então pouco conhecido no País, e faturou mais títulos na carreira. No Pan de Guadalajara, em 2011, ela levou a prata e, na edição de Toronto-2015, ela voltou a subir no lugar mais alto do pódio do continental.
Atualmente, a pernambucana figura na 12ª colocação do ranking internacional da modalidade. O cenário internacional, inclusive, sempre foi uma constante em sua carreira. Em 2011, ela foi vice-campeã mundial e, no ano passado, ela conquistou o terceiro lugar da competição. Na ocasião, ela garantiu a vaga para os Jogos do Rio-2016.
Os feitos históricos não param por aí. Yane será a primeira mulher a levar a bandeira do Brasil na edição dos Jogos Olímpicos de verão desde Sandra Pires, campeã olímpica do vôlei de praia em 1996 em Atlanta e que foi a representante na abertura da Olimpíada de Sydney, em 2000.

NM com JC 

Nenhum comentário:

Postar um comentário