Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Bolsa Atleta ajuda 90% da delegação paralímpica nos Jogos

daniel dias londres 2012 paralimpiadas (Foto: EFE)O nadador Daniel Dias após mais uma conquista em Londres. O objetivo é superar resultado de 2012 (Foto: EFE)
Ainda em maior número do que nos Jogos Olímpicos, os atletas paralímpicos do Brasil que contam com patrocínio do governo chegam a 90% da maior delegação brasileira na história paralímpica. No total, 262 dos 289 brasileiros que disputarão todas as 23 modalidades dos Jogos a partir do próximo dia 7 de setembro fazem parte do bolsa atleta, programa de investimento esportivo do Ministério do Esporte, que chegou a R$ 14,5 milhões ao ano.
O valor investido tem como objetivo o melhor desempenho brasileiro da história dos Jogos Paralímpicos. A meta do Time Brasil, que conta com grandes nomes como Daniel Dias, Clodoaldo Silva, Andre Brasil, Terezinha Guilhermina, é terminar o evento entre os cinco melhores do quadro geral de medalhas, superando a 7ª colocação de Londres 2012, quando conquistou 21 ouros, 14 pratas e oito bronzes.
Na delegação brasileira, são atletas de quatro categorias: 93 atletas da Pódio, 59 da Internacional, 56 da categoria Nacional e 54 da Paralímpica. No total, são 1.202 atletas paralímpicos contemplados pelo programa do Ministério do Esporte.
Logo após o encerramento dos Jogos Olímpicos, Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, citou a importância do programa, classificando sua manutenção como essencial para Tóquio 2020. Já o Comitê Paralímpico Brasileiro firmou 17 convênios com o Ministério do Esporte desde 2010, no total de R$ 67,3 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA