Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Isinbayeva irá recorrer aos Direitos Humanos por Olímpiada, diz treinador

Elena Isinbayeva salto com vara mundial de atletismo (Foto: Agência Reuters)Bicampeã Yelena Isinbayeva vai buscar direitos para estar na Olimpíada do Rio de Janeiro (Foto: Agência Reuters)
Após a confirmação de que o atletismo da Rússia continuaria banido da Olimpíada do Rio de Janeiro devido ao escândalo do doping, Yelena Isinbayeva tomou a decisão de recorrer ao Tribunal Europeu de Direitos Humanos. A informação foi dada por Yevgueni Trofímov, treinador da atleta, em entrevista à agência "R-Sport", e veiculada pelos principais jornais da Europa. 
De acordo com o diário "As", da Espanha, Trofímov garantiu que a bicampeã olímpico do salta com vara brigará pelos direitos da equipe de atletismo. Segundo ele, o que mais incomodou Isinbayeva foi a postura passiva das autoridades russas diante do caso. 
- Depois do ocorrido, Lena (como se refere a Yelena) recorrerá ao Tribunal de Direitos Humanos de Estrasburgo, porque, para ele e toda a equipe, a decisão não se encaixa. (Autoridades russas) deram de ombro, e assim ficou. 
Vitali Mutkó, Ministro dos Esportes da Rússia, não entrou em maiores detalhes sobre a manutenção da pena aos atletas do atletismo, mas agradeceu ao Comitê Olímpico Internacional (COI) pela decisão de não banir toda a delegação do evento no Brasil.
- Estamos agradecidos ao Comitê Olímpico Internacional pela decisão tomada sobre a equipe nacional da Rússia, que se preparou para competir no Rio de Janeiro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário