Image Map
Image Map
Image Map

sábado, 30 de julho de 2016

ASA sai perdendo, reage, mas fica só no empate por 2x2 com o Remo

ASA e Remo travaram um duelo de tempos distintos, na noite deste sábado, no Coaracy da Mata Fonseca
FOTO: ASCOM DO ASA




























Após perder por 2x0 no 1º tempo, o ASA reagiu no 2º, mas ficou no empate de 2x2 atuando esta noite no Estádio Coaracy da Mata Fonseca. Com isso, não ultrapassou o Remo na tábua de classificação e consequentemente não conseguiu retornar ao G4 do grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Mais que isso, ao fim desta rodada (11ª) o Fantasma de Alagoas, que no momento é quinto colocado, pode perder ao menos uma posição na sua luta por uma vaga à próxima fase da competição.

Por ora, o ASA é quinto colocado, com 16 pontos. E o Remo é quarto, com 17.  A vitória parcial do Remo foi construída pelo lateral Wellington Saci e armador Yuri. Já o artilheiro da partida foi o atacante Reinaldo Alagoano, ao marcar os dois gols do ASA.

Ao não manter um bom retrospecto em casa, o ASA vai agora para duas partidas fora. A primeira é no domingo, 7 de agosto, contra o Salgueiro; e a segunda é no domingo, 14 de agosto, frente ao River. Já o próximo compromisso do Remo é contra o River, em casa, no sábado, 6 de agosto.

Como foi

Duas falhas custaram caro para o ASA no 1º tempo, que até começou bem, procurando a meta adversária. O Remo, mais retraído, buscava vacilo do adversário para surpreender. E ele aconteceu aos 15 minutos, quando o lateral-esquerdo Igor tentou trocar passe com o volante Max Carrasco dentro de sua área e disso o também lateral Wellington Saci tirou proveito para abrir o marcador.

O ASA não se intimidou, foi pra cima e chegou a criar boa oportunidade com o volante Ramalho, que invadiu a área do Remo aos 30 minutos, mas cruzar visando companheiro de atraque o zagueiro Henrique apareceu e tocou para escanteio.

Cinco minutos após houve outra falha do Fantasma que o Remo não perdoou ao puxar contra-ataque que terminou na conclusão do armador Yuri após bela jogada individual do atacante Edno.

Mas a partida começou a tomar novo rumo aos 42 minutos da etapa inicial face a expulsão do armador Yuri. Este jogador, primeiro a ser advertido com cartão aos 11 minutos de partida, voltou a ser amarelado ao impedir faltosamente o avanço do atacante Rafael. Como consequência do segundo amarelo, foi expulso.

Com um a mais, e a troca do volante Ramalho pelo meia-atacante Jean Carlos no intervalo, o ASA adiantou suas linhas na etapa complementar. E deu certo porque foi tentar evitar o pior e conseguiu.

Aos 17 minutos, ao tirar proveito de rebatida do goleiro Fernando Henrique, Reinaldo Alagoano diminuiu. E aos 21 o mesmo atacante alvinegro deu cifras finais ao placar ao concluir de forma precisa, já na pequena área adversária, passe recebido do meia João Paulo.

O treinador Paulo Foiani, que procurou sempre manter seu time ofensivo principalmente depois que ficou com um a mais em campo, quase viu o ASA virar aos 31 minutos em conclusão do atacante Klenisson, que substituiu o perseguido em campo Rafael. Klenisson fez tudo certo na sua finalização e a bola só não entrou porque resvalou em Wellington Saci e tomou rumo diferente ao sair pela linha de fundo, em escanteio para o Fantasma.

Foi o último bom momento do jogo, que terminou com o lateral Igor dando susto. Após os 40 o atleta do ASA desabou em campo. Pensava-se que fosse um problema sério porque alegava dificuldade para respirar. Mas depois de ser atendido fora de campo constatou-se que seu problema é no braço direito.

NM com Gazetaweb.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA