Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

terça-feira, 14 de junho de 2016

Vila Olímpica é entregue ao Rio 2016, e Bach diz: "Das mais bonitas que vi"

A Vila Olímpica foi entregue nesta quarta-feira ao Comitê Rio 2016. Nela ficarão hospedados os cerca de 10.500 atletas das Olimpíadas e 4.000 das Paralimpíadas. Mas os 31 prédios e 3.604 apartamentos podem receber até 17.950 pessoas. 
Embora tenha sido uma obra privada, a cerimônia contou com a presença do prefeito Eduardo Paes.  Ao lado do empreiteiro Carlos Carvalho, da Carvalho Hosken, ele entregou a chave da Vila ao presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, e ao presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach. O dirigente alemão elogiou o que viu. 
- Está é definitivamente uma das vilas mais bonitas das Olimpíadas que eu vi. Este será o coração dos Jogos. Neste lugar onde eles terão a competição mais dura de suas vidas eles terão paz. Vão conviver, brincar, se divertir e passar uma mensagem de paz para o mundo. Este é o lugar aonde está o espírito olímpico - disse.
inauguração, Vila Olímpica, Rio 2016 (Foto: André Durão)Obra da Vila Olímpica custou R$ 2,9 bilhões e foi financiada pela Caixa Econômica Federal (Foto: André Durão)

Vila Olímpica (Foto: Beth Santos)Complexo que receberá atletas tem 31 prédios com 17 andares (Foto: Beth Santos)

O Comitê Rio 2016 já começou a mobiliar os apartamentos. Muitas das tendas temporárias que vão abrigar os serviços para os atletas, como restaurante, lojas e espaços de convivência já estão levantadas. A instalação das linhas de energia está sendo feita.
inauguração, Vila Olímpica, Rio 2016 (Foto: André Durão)Picciani, Paes, Nuzman e Thomas Bach participam de cerimônia na Vila Olímpica (Foto: André Durão)
Vila Olímpica (Foto: Beth Santos)Dirigentes e políticos passeiam pela estrutura que receberá atletas em agosto e setembro (Foto: Beth Santos)
Os edifícios têm unidades adaptadas para pessoas com deficiência ou pouca mobilidade, com portas mais largas, chuveiros mais altos, corredores mais amplos e elevadores com capacidade para receber até duas cadeiras de rodas simultaneamente.
A obra custou 2,9 bilhões de reais com financiamento da Caixa Econômica Federal. A Carvalho Hosken e a Odebrecht dividiram igualmente a construção do condomínio, que depois dos Jogos será ocupado pelos primeiros moradores.
Vila Olímpica (Foto: Beth Santos)Prefeito Eduardo Paes mostra um apartamento decorado para Nawal El-Moutawakel, do COI (Foto: Beth Santos)
inauguração, Vila Olímpica, Rio 2016 (Foto: André Durão)Com prédios prontos, foco vira montagem de estruturas temporárias, como o restaurante da Vila (Foto: André Durão)

Nenhum comentário:

Postar um comentário