Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Sergipe e Murici empatam por 3 a 3 em jogo emocionante no Batistão

Sem conseguir se livrar da maldição do empate, o Sergipe chega ao seu terceiro na Série D ao igualar o placar em 3 a 3 com o Murici neste domingo. Protagonistas no Batistão, Diego Neves, Leandro, André Ribeiro, Rodrigão e Wellington foram os autores dos seis gols da partida. Em um jogo equilibrado, teve de tudo: viradas de placar, chuva de gols, bicicleta e confusão. Os alagoanos tiveram bons momentos na partida, apertaram na marcação e forçaram o Sergipe a buscar as jogadas pelas laterais. Enquanto um diminuía o ritmo, o outro ressurgia das cinzas, foi assim durante os 90 minutos de jogo, sem brecha e frenético. 
Sergipe, Murici, brasileiro série d, arena batistão (Foto: Felipe Martins/CSS)Jogo entre o Sergipe e o Murici foi no Batistão (Foto: Felipe Martins/CSS)
Agora as duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo. O jogo, válido pela quarta rodada da Série D, será às 16h, em Murici, interior de Alagoas. Com o resultado deste domingo, o Murici permanece na vice-liderança do A9, e o Sergipe continua na terceira posição. 
O primeiro tempo começou bem movimentado. As duas equipes mostraram que queriam jogo desde o início da partida. Mais incisivos, os alagoanos não aliviaram, partiram para cima e dificultaram muito para os donos da casa, o Sergipe buscou reagir às investidas do adversário. O esforço dos mandantes surtiu efeito, e aos 16' Diego Neves aproveitou um escanteio de Jhon Lennon para colocar a bola no fundo do gol. 
Apesar de o Sergipe estar com a vantagem, o time teve dificuldade para se livrar da marcação e preferiu chamar o Murici para seu campo e assim explorar os contra-ataques. A estratégia deu  certo, as oportunidades foram surgindo e a equipe colorada teve chances de gol, com Hiago aos 24' e Diego Neves aos 28', mas não concretizaram a vantagem no marcador. 
O segundo tempo começou movimentado, com cobranças de falta para Murici e tentativa de bicicleta de Diego Neves. E o ritmo continuou acelerado nos minutos iniciais de jogo. O Murici foi para cima e apertou os sergipanos, que tentaram se safar nos contra-ataques. A chance surgiu aos 11' quando Gil Baiano tentou, de cabeça, ampliar para os colorados. Mas se Gil não conseguiu balançar as redes do Murici, André Ribeiro foi o carrasco da vez ao fazer o segundo do Sergipe depois de um bate rebate dentro da área. A reação do Murici veio aos 44', quando Leandro converteu em gol o pênalti marcado pelo juiz Tiago Nascimento dos Santos. 
Depois disso, o jogo ficou ainda mais pegado. Cartão amarelo para duas equipes e substituições. O clima esquentou em campo e teve até jogador expulso. O Murici igualou o placar aos 36' com Rodrigão e virou o jogo com Wellington, aos 45'. Parecia que os visitantes sairiam com a vitória, mas o Sergipe conseguiu um pênalti nos acréscimos, convertido por Diego Neves, terminando tudo igual no Batistão.
NM com Globoesporte/se

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA