Image Map
Image Map
Image Map

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Scheidt vive "gangorra" e fecha 1º dia do Mundial em 59º: "Bola para frente"

Maior medalhista olímpico da história do Brasil, Robert Scheidt viveu uma gangorra no primeiro dia do Campeonato Mundial da classe Laser de vela, que está sendo realizado em Porto Vallarta, no México. Ele foi desclassificado da primeira regata após queimar a largada, mas venceu a segunda prova, fechando em 59º o primeiro dia de disputas. A competição segue nesta sexta-feira, com mais duas regatas.
Robert Scheidt vela (Foto: Fred Hoffmann)Robert Scheidt vela (Foto: Fred Hoffmann)
- Na primeira regata, eu me posicionei entre os dois australianos (Luke Elliott e Jeremy O’connell), que aceleraram cedo. Eu acabei indo com eles e fomos penalizados pela comissão de regata. Não foi um bom começo e tive de ficar esperando. Mas na segunda eu velejei melhor, fiz uma boa largada, não muito agressiva, e ganhei - disse Robert, 11 vezes campeão mundial da classe Laser, o último deles em 2013.
O resultado não chega a assustar pois, pelo regulamento, os velejadores podem descartar o pior resultado obtido na competição. O torneio terá um total de 14 regatas
- O vento estava forte neste primeiro dia, entre 15 a 17 nós, e estou contente com a minha velocidade. Claro que eu queria ter começado o campeonato de uma forma mais consistente, evitando o que fiz na primeira regata. Mas já aconteceu, bola para frente. Agora é buscar a regularidade - disse Robert.
Campeão olímpico em 1996 e 2004, prata em 2000 e 2008, e bronze em 2012, Robert Scheidt vai disputar os Jogos pela sexta vez. Aos 43 anos, é o mais experiente de sua categoria. Neste ano, foi campeão da etapa de Miami da Copa do Mundo e foi prata no Trofeo Princesa Sofia, na Espanha. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA