Image Map
Image Map
Image Map

terça-feira, 3 de maio de 2016

Em meio a dúvidas, Brasil conhece até domingo esgrimistas das Olimpíadas

Chegou a hora de conhecer a equipe brasileira de esgrima que vai aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto, com delegação recorde. Além de Renzo Agresta, no sabre, e de Nathalie Mollhausen, na espada, outros 11 nomes serão definidos desta sexta-feira até domingo, na capital paranaense. No Torneio Nacional Cidade de Curitiba, os principais esgrimistas do país terão a última oportunidade de somar pontos para o ranking nacional, que será determinante para a escolha dos atletas pela Confederação Brasileira de Esgrima (CBE). Pelo menos é assim que se espera.
Além de Renzo e Nathalie classificados pelo ranking mundial, o Brasil vai escolher os três esgrimistas que integrarão a equipe masculina de florete, que também se classificou de forma direta, e mais oito nomes que entrarão como convidados na cota do país por ser a sede das Olimpíadas. Mas a CBE não deixou clara como será a distribuição dessas vagas entre as armas e gêneros, assim como deixou em aberta a utilização de outros critérios que não apenas o ranking nacional.
Ghislain Perrier, bronze, esgrima, Pan de Toronto (Foto: Julio Cortez/AP)Ghislain Perrier, bronze no Pan de Toronto, é um dos que disputam vaga nos Jogos (Foto: Julio Cortez/AP)
Primeiro colocado nacional no florete e com participação nas Olimpíadas de Londres 2012, Guilherme Toldo, de 23 anos, admite a vantagem sobre os demais concorrentes na disputa para integrar a equipe brasileira, mas faz ressalvas.
- Não digo 100% (classificado), digo que tenho grande vantagem. Sendo bem sincero, acredito que o ranking é o que será determinante. Ficaria surpreso se não fosse o critério levado em conta. Mas, como não está preto no branco, é melhor aguardar - afirmou o jovem gaúcho, número 53 do ranking mundial no florete. Henrique Marques e Ghislain Perrier ocupam o segundo e terceiro lugares no ranking nacional, respectivamente. Os três acumulam larga vantagem para os demais esgrimistas na briga pelas três vagas da equipe, que ainda terá um reserva definido.
Guilherme Toldo (Foto: Reprodução/Facebook)Guilherme Toldo vive expectativa por confirmar presença nas Olimpíadas (Reprodução/Facebook)
Quanto às outras oito vagas através de convites, a expectativa é que a CBE distribua da seguinte forma: três na equipe masculina de espada; três na equipe feminina de espada; uma no florete feminino; e outra no sabre feminino. O presidente da entidade, Girlei dos Santos, confirmou a presença das equipes nas Olimpíadas, mas as vagas individuais são incertas. O Brasil tem até o dia 6 de junho para fazer qualquer mudança e definir a seleção.
Em Londres, o Brasil teve sua maior delegação da esgrima em Olimpíadas, com Renzo Agresta, Guilherme Toldo e Athos Schwantes. Independente dos convites por ser sede, já teria no Rio cinco participantes garantidos. A evolução no último ciclo olímpico empolga Toldo.
- A esgrima brasileira teve uma melhora como grupo bastante significativa desde Londres (nas Olimpíadas de 2012). A gente tem tido mais mais atletas nas Copas do Mundo, atletas entre os 16, entre os 20 melhores do ranking, o nível técnico aumentou muito. No florete temos um grupo bem legal, assim como na espada, e no sabre um pouco mais fraco (como equipe). Todo mundo está empolgado e com muita vontade. Isso é gratificante de ver para quem ama o esporte.
O Nacional em Curitiba acontecerá até domingo no espaço de eventos do shopping Estação, no bairro Rebouças, e terá entrada gratuita para o público.
CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DO NACIONAL:
- Sexta-feira: provas de espada masculina (9h) e florete feminino (13h). Finais às 19h
- Sábado: provas de florete masculino (9h) e sabre feminino (13h). Finais às 19h
- Domingo: espada feminina (9h) e sabre masculino (11h). Finais às 18h
NM com Globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA